Congresso aprova rombo de R$119 bilhões isentando Dilma de punição

DUAS APROVAÇÕES ABSURDAS. UMA AUTORIZA O DEFICIT COM UM ROMBO DE 199 BILHÕES. A OUTRA   NÃO PUNE O TITULAR  DAS CONTAS BANCÁRIAS QUE FEZ REMESSAS ILEGAIS PARA O EXTERIOR.

Nesta quarta-feira (02/12) o congresso  aprovou  a revisão da meta fiscal para 2015. O  governo pode  fechar o ano com um rombo de 119,9 bilhões no orçamento sem risco de  ser enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal.  o GOVERNO VIOLA A LEI E CRIA UMA LEI PARA TORNAR LEGAL A VIOLAÇÃO. O CONGRESSO APROVA.

Uma comissão especial do Senado aprovou nesta quarta o projeto de repatriação de recursos de brasileiros no exterior não declarados à Receita Federal e sem punição para os donos das contas (apenas um multa).

O texto regulariza, mediante pagamento de multa, dinheiro enviado por brasileiros ao exterior sem declaração à Receita Federal. O projeto foi enviado pelo Executivo e é uma das medidas do ajuste fiscal do governo.

O projeto segue, agora, para votação em regime de urgência no plenário da Câmara. O  governo aposta nessa imoralidade para recuperar o caixa da União. Está prevista a  arrecadar entre 11 e 21 bilhões de reais com a repatriação somente em 2016.

“Poderá ser perdoado, no entanto, quem regularizar valores provenientes de crimes como sonegação fiscal, evasão de divisas, falsidade ideológica, falsificação de documento, sonegação de contribuição previdenciária e operação de câmbio não autorizada. Também não serão punidos crimes de descaminho e lavagem de dinheiro quando o objeto do crime for bem ou valor proveniente dos delitos citados acima.”

G1

 

 

Deixar uma resposta