LAVA JATO DESCOBRE US$ 190 MILHÕES EM CONTAS DE DOLEIRO

Nelson Martins Ribeiro doleiro Foto Rodrigo Félix Leal Futura Press Estadão (1)

A força-tarefa da Operação Lava Jato descobriu uma movimentação de US$ 190 milhões de dólares e 4,4 milhões de euros em contas do doleiro Nelson Martins Ribeiro, preso na Operação Corrosão, 20ª fase das apurações, deflagrada no dia 16 de novembro. Segundo a Polícia Federal, Nelson Ribeiro ‘dedica-se profissionalmente à corrupção e à lavagem de dinheiro’.
A Lava Jato citou pela primeira vez a multinacional holandesa Vitol, fornecedora de combustíveis para petroleiros.

Inicialmente, a Lava Jato identificou que o doleiro da Corrosão – colocado em liberdade dez dias depois – usou três contas secretas em nome de off-shores mantidas nas Ilhas Cayman (Crown International Ltd., Enterprise Tech Industries Inc e Apple Capital Corp) para depositar US$ 5,66 milhões nas contas do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa – primeiro delator da Lava Jato.

“Examinando mais acuradamente, a documentação relativa às contas, contatou que a movimentação total das contas de Nelson seria muito superior ao montante depositado de Paulo Roberto Costa, atingindo, entre 2009 e 2012, USD 190.204.821,98 e 4.459.259,66 euros”, registra no processo o juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em Curitiba.  Leia mais

Deixar uma resposta