Renan investigado por seis processos ataca Cunha

Reinaldo Azevedo

Disse Renan:
“Fazer reunião para proibir (filiações)? Um partido democrático, que não tem dono, que se caracteriza por isso, fazer reunião para proibir a entrada de deputado é um retrocesso que deve estar fazendo o doutor Ulysses tremer na cova. O presidente Michel é o presidente do partido. Se alguém tem responsabilidade com relação a isso, é o presidente Michel”.
Ora, o PMDB nada mais está fazendo do que se proteger de uma invasão. O que Picciani está querendo é levar deputados federais afinados com o Planalto para tomar o partido por dentro. Isso, sim, é golpe! Tudo indica que Renan era um dos patrocinadores da iniciativa.
Renan e o PT, em dupla, sabotaram o trabalho de Michel Temer na coordenação política.
Renan, que é investigado em seis inquéritos que não saem do lugar — não é mesmo, doutor Janot?
Leia o artigo completo

Deixar uma resposta