STF: Fachin vai se colocar à disposição para mudar para colegiado da Lava Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin vai se colocar à disposição da Corte para integrar o colegiado que julga os processos da Operação Lava Jato. Nos bastidores, ministros defendem o nome da Fachin para ocupar a Segunda Turma, na cadeira que ficou vaga com a morte de Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato. Atualmente, Fachin ocupa a Primeira Turma. Para ser efetivada, a transferência deve ser assinada pela presidente da Corte, Cármen Lúcia, o que deve ocorrer amanhã (1º), antes da sessão plenária, prevista para começar às 14h.

Com a efetivação, a relatoria dos processos da Lava Jato deve ser sorteada eletronicamente entre os integrantes da Segunda Turma, composta pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Ontem (30), Cármen Lúcia homologou as delações de 77 executivos e ex-funcionários da empresa Odebrecht, nas quais eles detalham o esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já começou a trabalhar nos pedidos de investigação contra os políticos e empresários citados nos depoimentos de colaboração com a Justiça. Não há prazo para que eventuais pedidos de investigação ou arquivamento cheguem à Corte.

 

O déficit previsto foi de R$ 170 bi, ficou em R$155,7 bi

O rombo  nas contas públicas de 155,7 bi é de Dilma e poderia ter sido maior se a equipe econômica do governo Temer não estivesse trabalhando. Muitos esquerdopatas estão bradando que o Brasil nunca teve um deficit (rombo) nas contas do governo tão alto. O maior rombo dos últimos 20 anos. os menos avisados vão pensar que o rombo é do governo Temer.
esqueceram que:
01- temer só ficou três meses no governo em 2016
02- o rombo foi feito por lula/dilma. o atual ministro da fazenda pediu e recebeu autorização ao congresso para um déficit de 170 bi (cálculo feito de acordo com as despesas)
O rombo foi menor….. 155.7 bi.
Melhor do que o esperado.

PT desiste de apoiar Rodrigo Maia

 De acordo com a jornalista Vera Magalhães, do Estadão, os militantes do  PT deverão desistir de apoiar as candidaturas de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara e de Eunício Oliveira (PMDB-CE) ao comando do Senado. Na Câmara, a tendência do PT, agora, é avalizar a candidatura de André Figueiredo (PDT-CE). A posição oficial do PT, no entanto, somente será anunciada amanhã O motivo da desistência é que uma  ala mais radical do partido reclama que Maia e Eunício apoiaram o impeachmennt de Dilma. E para o partido, apoiar os nomes citados é uma desmoralização a tese do golpe.

O sigilo das delações

Muitos vão discordar do que vou escrever, mas não estou aqui para agradar e sim dizer o que penso.
Longe de mim de defender censura, mas
muita gente reclama do sigilo e esquecem de alguns detalhes:
01 – Tem parlamentar acusado sem provas
02 – Tem parlamentar acusado que é inocente.
03- Tem parlamentar culpado e sem provas.
04- Tem parlamentar acusado e com provas.
A quebra do sigilo pode prejudicar as delações. Porque se um delator sabe o que o outro disse, poderá destruir provas. ou se preparar melhor para a defesa.

A legislação diz que na medida em que as informações forem checadas, comprovadas, documentadas, aos poucos o conteúdo deve ser divulgado.
Isso é prudente.
Os que defendem a quebra do sigilo imediato desejam colocar o país ingovernável, demitir ministros,prejudicar a imagem do país e a economia,afastar funcionários, fechar o congresso, parar as votações na Câmara e senado, apenas por declarações de delatores que ainda não foram comprovadas.
Ninguém ainda foi condenado. Cada caso é um caso.

Tem gente que diz, Temer mandou fazer o sigilo para se proteger.
Grande bobagem. Se comprovada a culpa ele somente será punido após o término do mandato.
E a única acusação contra ele “citado 77 vezes” como diz a petralhada é :um delator sem credibilidade afirma que “um amigo dele recebeu dez milhões para a Campanha”. Sem provas, depósito, vídeo ou cheque que comprove isso.
Vale lembrar que muitos delatores mentiram e voltaram atras nas suas próprias afirmações.
Com tudo isso, a quebra do sigilo pode ser feita,
e eu concordo que seja feita, mas a decisão é do PLENÁRIO DO STF e não de forma unilateral pela ministra Carmen Lúcia.Ela não poderia assumir essa responsabilidade sozinha.

Existe quem acredite que as 77 delações (pelo volume de informação que será checado) foi uma armação e invenção de Marcelo Odebrecht e Lula, para que a decisão demore e os crimes prescrevam, além de causar sérios tumultos ao país.

Já imaginou um ministro ser acusado, demitido e posteriormente comprovada a sua inocência?

Jorge Roriz.

Marcha contra o aborto

Monumental manifestação contra o aborto, no dia 27 último, atraiu centenas de milhares de participantes, provenientes de todos os Estados do país, à capital norte-americana.

March For Life é realizada todos os anos em Washington, normalmente na última semana de janeiro, época de intenso frio, mas que não impede a grandiosa manifestação.

Nesta 44ª edição, a gigantesca Marcha contou com a presença do vice-presidente americano Mike Pence [na foto, durante o evento, ao lado de sua esposa]. Defensor dos valores da instituição familiar, ele afirmou em seu discurso que se sentia muito honrado por ser o primeiro vice-presidente a ter o privilégio participar da Marcha, que a oposição ao aborto está ganhando terreno no país, e que atuará para que esse crime não seja mais permitido nos EUA.

Em uma de suas primeiras medidas, o novo governo americano deu um basta ao financiamento de ONGs abortistas, incluindo a maior delas — a Planned Parenthood, envolvida em escândalos de venda de fetos abortados em suas clínicas.

Donald Trump registrou em seu twitter: “A March For Life é muito importante. Todos que protestam hoje têm meu apoio absoluto!”.

Certos setores esquerdistas da grande mídia tentaram ignorar essa Marcha, mas outros setores publicaram e seus noticiários reproduzem inúmeros comentários de manifestantes esperançosos de que no atual governo sejam aprovadas leis que garantam a vida dos bebês no ventre materno, de tal modo que as mães possam gerá-los e dá-los à luz tranquilamente, sem pressões de médicos aborteiros, de pessoas inescrupulosas e de ONGs, e que a prática do aborto seja criminalizada, diminuindo assim a carnificina de inocentes.

O movimento anti-aborto tem crescido em muitos países, mas, sobretudo, na geração mais nova americana — denominada Pro Life Generation [foto acima] —, como se pode observar nas filmagens e fotos da multidão. Esses jovens esperam que proximamente seja revogada a iníqua sentença “Roe vs. Wade”, resolução do Supremo Tribunal americano que aprovou o aborto em 1973. Para isso, vão organizar uma série de eventos, aproveitando a existência na opinião pública do país de um anseio pelo retorno à ordem na família e na sociedade em geral.

Desde o ano da aprovação do aborto nos EUA, a TFP americana participa da March For Life, estimulando os participantes com seus estandartes rubro-áureos [foto acim).

Na ocasião, a TFP americana distribuiu um comunicado intitulado “Para tornar a América grande, voltada para Deus”. Organizações anti-aborto — coirmãs daquela TFP — da Alemanha, Colômbia, Irlanda, França, Lituânia e Polônia enviaram delegações à histórica Marcha em defesa da vida inocente.

Fonte: Agência Boa Imprensa

Trump demite secretária de Justiça que questionou decreto sobre imigração

WASHINGTON – O presidente dos EUA, Donald Trump, demitiu  a secretária de Justiça em exercício, Sally Yates.

Sally Yates  se negou a defender nos tribunais o decreto presidencial que proíbe a entrada nos EUA de cidadãos de sete países.

Trump nomeou Dana Boente, Em um comunicado da Casa Branca, o presidente diz que Yates “traiu” a administração.

“Eu sou responsável por assegurar que as posições que adotamos nos tribunais se mantenham consistentes com a obrigação solene desta instituição de sempre buscar a Justiça e defender o que é certo”, escreveu Yates, indicada por Barack Obama, em carta a funcionários do Departamento de Justiça. “Neste momento, não estou convencida de que a defesa desse decreto é consistente com essas responsabilidades, nem estou convencida de que a ordem é legal.”

Homologação das 77 delações, uma decisão acertada

A ministra e presidente do STF, Cármem Lúcia, ao homologar as delações da Odebrecht cumpriu o dever e o que a lei manda. Ela além de presidente do STF estava no plantão durante o recesso. E a lei dá poderes a ela fazer isso em caso de urgência.

O procurador da República também teve méritos porque ao pedir urgência, deu maior legitimidade e apoio para Carmen tomar a decisão.

Artigo do regimento interno do STF

Art. 68¹. Em habeas corpus, mandado de segurança, reclamação, extradição, conflitos de jurisdição e de atribuições, diante de risco grave de perecimento de direito ou na hipótese de a prescrição da pretensão punitiva ocorrer nos seis meses seguintes ao início da licença, ausência ou vacância, poderá o Presidente determinar a redistribuição, se o requerer o interessado ou o Ministério Público, quando o Relator estiver licenciado, ausente ou o cargo estiver vago por mais de trinta dias.

§ 1º Em caráter excepcional poderá o Presidente do Tribunal, nos demais feitos, fazer uso da faculdade prevista neste artigo. ( foi o que ela fez)

Os ministros contrários a decisão de Cármen homologar as delações da Odebrecht, sempre tomaram decisões estranhas ao que diz a constituição. O adiamento só favorece os denunciados. A mesma intenção tiveram os assassinos do ministro Teori. ( não tenho dúvidas de que foi assassinado).

Fazer um sorteio para decidir quem será o relator para posteriormente o relator escolhido fazer as homologações  haveria o risco de cair nas mãos de Tofffoli, Lewandoski. Aliados de Lula e do PT.

Quanto a quebra do sigilo, Cármen não tem autoridade para tomar a decisão sozinha, não existe urgência ou legislação sobre isso. Cabe ao plenário do STF decidir.

Na medida em que as afirmações forem usadas nos processos e comprovadas, elas serão divulgadas.

Tem gente inocente, tem gente culpado mas sem provas. O vazamento integral das delações só criará tumultos e prejuízos financeiros, torando governo Temer, ingovernável.

( Ele teria que trocar funcionários, ministros….)

Alguns afirmam que Temer deseja adiar porque ele é citado. Isso é uma grande bobagem. Ele foi citado, não há provas contra ele. E se ele tiver culpa, só vai responder após o mandato. Assim diz a lei.

Ação no STF tenta barrar a candidatura de Rodrigo Maia

O  candidato a presidência da Câmara, deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que lançou sua candidatura hoje, 30/01, entrou com uma ação no STF afirmando que o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia não poder ser candidato. Também assinaram a peça os  outros candidatos à presidência, deputados: Jovair Arantes (PTB-GO), André Figueiredo (PDT-CE) e Rogério Rosso (PSD-DF).

Eles argumentam que a  candidatura de Maia é inconstitucional, porque a constituição não permite reeleição para presidente da Câmara. Maia alega que ele foi eleito para um mandato – tampão (substituiu Cunha que foi afastado) e não exerceu o mandato de forma integral,por isso sua candidatura é legal.

 

Defesa pede que Eike fique na PF diante de ‘ameaça à sua vida’

Os advogados de  de Eike Batista pedram  à Justiça que o empresário cumpra prisão domiciliar ou seja encaminhado para a Superintendência da Polícia Federal, na região portuária do Rio.

Os advogados destacam que o “sistema carcerário no Brasil está falido” e citam “iminente ameaça à sua vida”.

“É notório que o requerente é empresário, com notória visibilidade no País, de forma que seu encarceramento deste modo, em estabelecimento penal  em conjunto com diversas pessoas com conhecimento de sua então vida social e financeira, coloca sua integridade física em risco e torna iminente a ameaça à sua vida”, dizem os advogados Fernando Teixeira Martins e Jaqueline Nunes Santos, em documento da última sexta-feira.

Informações do Estado de São Paulo

Álvaro Dias cria projeto para reduzir nº de deputados federais

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 38/2016 que reduz o número de deputados federais, de autoria do Senado, Alvaro Dias, está sendo analisada pela Câmara.

Segundo a assessoria do Senador: “Pelo projeto de Alvaro Dias, o número mínimo de deputados federais passará de 8 para 4, nos estados com menor população, e o número máximo de 70 para 50, nos estados mais populosos. Desta forma, dos atuais 513 deputados, a composição da Câmara ficaria com 405 deputados. A economia para os cofres públicos seria de centenas de milhões de reais por ano”. #ADcomunicação.

A proposta tem aceitação imediata da população brasileira porque vai reduzir as despesas da união com  os deputados.

Deputados recorrem ao STF para barrar candidatura de Maia à reeleição na Câmara

Quatro deputados federais entraram hoje (30) com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a eleição para a presidência da Câmara, prevista para quinta-feira (2). Os parlamentares são adversários do atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na disputa e afirmam que este não pode ser reconduzido ao cargo. Mais três ações na Corte contestam a eleição.

A petição é assinada pelos deputados Jovair Arantes (PTB-GO), Rogério Rosso (PSD-DF), André Figueiredo (PDT-CE) e Júlio Delgado (PSB-MG). Além de pedir a suspensão da eleição, os parlamentares querem impedir a Câmara de receber a candidatura de Rodrigo Maia, que pretende ser reconduzido ao cargo, embora ainda não tenha anunciado e oficializado o pedido.

Segundo os parlamentares, a Constituição e o Regimento Interno da Câmara impedem que membros da Mesa Diretora sejam reconduzidos ao cargo na mesma legislatura. Rodrigo Maia foi eleito presidente da Câmara em julho do ano passado, para substituir Eduardo Cunha, após a cassação deste. O Artigo 57 da Constituição Federal diz que é “vedada a recondução para o mesmo cargo na eleição [da Mesa Diretora] imediatamente subsequente”.

A ação foi distribuída para o ministro Celso de Mello, que também relata as outras três que contestam a eleição. Em função do período de recesso na Corte, que termina na quarta-feira (1º), a questão poderá ser decidida liminarmente pela presidente, ministra Cármen Lúcia.

A MAIOR QUADRILHA DO MUNDO MATOU E ROUBOU

EIKE ESTÁ CARECA DE SABER QUE SE NÃO FALAR E PROVAR O QUE SABE, VAI MOFAR NA CADEIA.

Cabral lavava dinheiro através de jóias, diamantes caríssimos.

Eike é acusado de dá R$ 16,5  milhões  de dólares a Cabral, por meio de um falso contrato.

Empresário é alvo de operação da PF e teve a prisão decretada. Segundo investigadores, Eike mentiu ao MPF ao negar repasses para o ex-governador do Rio.

O patrimônio dos membros da organização criminosa chefiada pelo senhor Sérgio Cabral é um oceano ainda não completamente mapeado. O limite é… Eu já diria que esses US$ 100 milhões é além do imaginável”, afirmou procurador Leonardo Cardoso de Freitas, em entrevista nesta manhã para detalhar a operação.

Empresário Eike Batista é transferido para Bangu 9

Após duas horas no Presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte do Rio de Janeiro, o empresário Eike Batista foi transferido por volta das 13h30 para a Penitenciária Bandeira Stampa, conhecida como Bangu 9, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste da cidade.

Ao deixar o Presído Ary Franco, o empresário estava com a cabeça raspada e usando o uniforme do sistema penitenciário – camiseta banca e calça jeans. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que, após triagem inicial no Presídio Ary Franco, Eike foi transferido para uma unidade prisional que atendia a seu perfil. “Ele ingressou na porta de entrada para presos federais e, após ser avaliado, foi transferido para uma unidade de acordo com o perfil”, diz a nota da Seap. Em Bangu 9, ficam presos sem curso superior, em cela comum, que é o caso do empresário.

O empresário chegou por volta das 11h20 ao Presídio Ary Franco. Ele foi preso por agentes da Polícia Federal logo após desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão de um voo vindo de Nova York.

O avião que trouxe Eike Batista para o Rio de Janeiro pousou hoje (30) às 9h54. Em seguida, o empresário foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) onde fez exame de corpo de delito. Ele embarcou no domingo (29), no Aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, em um voo da American Airlines.

Lava Jato

Eike, proprietário do grupo EBX, é suspeito de lavagem de dinheiro em um esquema de corrupção que também atinge o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que está preso.

Eike e o executivo Flávio Godinho, seu braço direito no grupo EBX e vice-presidente do Flamengo, são acusados de terem pago US$ 16,5 milhões a Cabral em troca de benefícios em obras e negócios do grupo, usando uma conta fora do país. Os três também são suspeitos de terem obstruído as investigações.

Na quinta-feira (26), a Polícia Federal tentou deter o empresário em sua casa, no Rio de Janeiro, mas ele não estava lá. Os advogados informaram que Eike havia viajado a trabalho para Nova York e que voltaria ao Brasil para se entregar. A Polícia Federal o considerou foragido e pediu a inclusão de seu nome na lista de procurados da Interpol, a polícia internacional.

Eike, 60 anos, foi considerado o homem mais rico do Brasil e, em 2012, o sétimo mais rico do mundo pela revista Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões. As empresas do grupo EBX atuam na área de mineração, petróleo, gás, logística, energia e indústria naval. Em 2013, os negócios entraram em crise e Eike começou a deixar o controle de suas companhias e vender seu patrimônio.

O nome de Eike Batista apareceu na semana passada no âmbito da Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Calicute, fase anterior da Lava Jato no Rio de Janeiro, sobre propinas pagas por grandes empreiteiras a partidos e políticos para obter contratos da Petrobras.

Superlotação

O presídio para o qual Eike Batista foi levado está superlotado e é objeto de denúncias de infraestrutura e serviços precários. O presídio tem 541 vagas e precisou ser esvaziado no início deste ano para receber presos ligados a milícias.

Antes de chegar à Bangu 9, Eike passou pelo Presídio Ary Franco, em Água Santa, onde teve o cabelo cortado, procedimento padrão para impedir a disseminação de doenças, embora questionado pela Defensoria Pública do Estado. O órgão avalia que o corte compulsório fere o respeito e a dignidade humana e avalia que o estado deve fornecer material de limpeza às unidades.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP/RJ), diante da situação carcerária do estado, cujo número de detentos aumentou 50% entre 2013 e 2016, criou um recente colegiado para discutir a questão. A ideia é apresentar um plano com medidas para reduzir a superlotação no curto prazo. No tempo analisado, os presídios ganharam apenas 0,6% de vagas.

No próprio levantamento do MP, o órgão cita problemas no abastecimento de água, no fornecimento de comida e nos serviços, como limpeza e atendimento em saúde que se refletem no alto índice de doenças como a tuberculose. Este ano, já morreram no sistema, pelo menos, 23 presos, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária.

Antes disso, em 2012, a ONU recomendou o fechamento do presídio Ary Franco, por onde Eike Batista passou, por causa das condições da insalubridade. À época, o governo do estado reconhecia os problemas, mas que não podia fechar a unidade por falta de vagas.

De acordo com o diagnóstico do MP, mais 29 unidade prisionais são necessárias para suprir o déficit de vagas no estado, o que custaria cerca de R$ 900 milhões.

PROCURADORIA QUER A QUEBRA DO SIGILO DAS DELEÇÕES

A Procuradoria-Geral da República deve pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) o levantamento do sigilo das 77 delações de executivos e ex-executivos da construtora Odebrecht.

Em dezembro, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, já havia informado  que a sua intenção era o de pedir a retirada do sigilo das delações assim que elas fossem homologadas.

61 GELADEIRAS ENCONTRADAS PELO EXÉRCITO EM PRESÍDIO

NINGUÉM VIU AS GELADEIRAS ENTRAREM?

Vistoria feita no Presídio Agrícola Monte Cristo, em Boa Vista, Roraima,

61 geladeiras, 23  fogões ,31 aparelhos de TV foram encontradas PELO EXÉRCITO no presídio de Roraima. COM APOIO DAS AUTORIDADES, PRESÍDIOS SE TRANSFORMARAM EM ESCRITÓRIOS PARA CHEFE DE QUADRILHA.

A INFORMAÇÃO ACIMA É OFICIAL. CONFIRMADA.
COMO ENTRA GELADEIRAS NOS PRESÍDIOS E NINGUÉM VÉ?
TEVE GENTE CRITICANDO TEMER PORQUE ELE AUTORIZOU O EXÉRCITO FISCALIZAR OS PRESÍDIOS…….

AS GELADEIRAS SERVEM PARA TRANSPORTAR  E GUARDAR DROGAS, ARMAS, CELULARES.

JORGE RORIZ.

Segundo o balanço divulgado na manhã deste domingo (29) pelas Forças Armadas, foram apreendidos no presídio de Boa Vista, Roraima, 1,2 quilo de entorpecente (maconha e cocaína), 56 aparelhos celulares e dois chips, 136 armas brancas e materiais cortantes e vergalhões, três cartões de memória USB, 25 resistências improvisadas para esquentar água, quatro marretas grandes, 31 aparelhos de tv, 55 antenas improvisadas, 12 DVDs e aparelhos de som, 23 fogões de pequeno porte, três balanças de precisão, um microondas, nove liquidificadores, 61 geladeiras, uma garrafa pet contendo pólvora negra, dois sacos com sementes de maconha, três botijões de gás, três sanduicheiras e três torradeiras, duas máquinas de tatuagem e blocos com anotações. Além disso, foram encontrados R$ 607 em dinheiro, oito cartões de crédito e uma carteira vencida de porte de arma.

Fonte: Último Segundo – iG 

EIKE EIKE FALA

Os advogados de Eike pedem um local seguro. Ele vai falar sobre os empréstimos, as caronas nos aviões.Lava Jato é “espetacular”.

Ele disse também que a prisão dos corruptos é boa para a economia:

“As regras têm que ser claras e transparentes, e o que está acontecendo vai permitir que o Brasil seja um país em que todo mundo vai querer investir. Está passando essa fase difícil, mas na frente todo mundo vai dar uma nota diferente para o Brasil em termos de transparência.

“Olha, como estou nessa fase, me entregando à Justiça, melhor não falar nada. Agora não dá”.

Perguntado se os empresários são vítimas do esquema revelado pela Lava Jato, ele respondeu:

“São, né?”

E completou:

“Estou voltando porque, sinceramente, vou mostrar como são as coisas, simples assim”.

o voo de volta ao Brasil, o empresário Eike Batista foi acompanhado pelo ‘Globo’. Mesmo afirmando que não falaria nada sobre a investigação, pois esta “sob Júdice”, ele deu pistas de como vê os crimes que foi acusado. Sem citar nomes, disse que o esquema de corrupção dos governos é maior do que se imagina e que não era ele que oferecia carona para governantes em seu avião – os políticos que o pressionavam a fazer isso. Ele afirmou que, em geral, os empresários são vítimas dos políticos corruptos. E disse, com todas as letras, que acredita que não errou.

Eike foi preso por agentes da Polícia Federal logo após desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim, por volta das 10h, desta segunda-feira (30). O avião que trouxe o empresário de volta ao Brasil pousou no Galeão às 9h54 da manhã. Ele teve a prisão preventiva decretada depois que dois doleiros disseram que ele pagou US$ 16,5 milhões a Sérgio Cabral, ex-governador do Rio, o equivalente a R$ 52 milhões, em propina. A prisão do empresário foi decretada pelo Juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal, na operação Eficiência, um desdobramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Os advogados de Eike pedem um local seguro. Ele vai falar sobre os empréstimos, as caronas nos aviões.

(Globo/ G1)

EIKE PRESO VAI FALAR TUDO QUE SABE SOBRE LULA

O Eike Batista chegou de Nova York na manhã desta segunda-feira, 30, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Galeão.  O empresário foi escoltado por policias federais logo que desembarcou na pista do aeroporto.

e foi conduzido  para o Instituto Médico Legal, no Centro do Rio, onde fará exame de corpo de delito.

Após o exame ele será levado para Presídio Ary Franco, em Água Santa, segundo disse á reportagem uma pessoa ligada à investigação.

O depoimento dele na PF será amanhã, 31/01

Presidente do STF, Cármen Lúcia homologa 77 delações da Odebrecht na Lava Jato

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, homologou as delações de 77 executivos e ex-funcionários da empresa Odebrecht, nos quais eles detalham o esquema de corrupção na Petrobras investigado na Operação Lava Jato.

Com isso, os mais de 800 depoimentos prestados pelos executivos e ex-funcionários da Odebrecht ao Ministério Público Federal (MPF) se tornaram válidos juridicamente, isto é, podem ser utilizados como prova.

A expectativa agora é saber se Cármen Lúcia irá retirar o sigilo das delações, nas quais os ex-executivos citam dezenas de políticos com mandato em curso como envolvidos no pagamento de propinas. Entre os delatores está o ex-presidente do grupo Marcelo Odebrecht, que encontra-se preso desde 2015 em Curitiba e já foi condenado a 19 anos de prisão pela primeira instância da Justiça Federal.

A homologação ocorre após a morte do relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, na semana passada, na queda de um avião no mar próximo a Paraty (RJ). Ele trabalhava durante o recesso do Judiciário para conseguir homologar rapidamente as delações.

Após a morte de Teori, restou à ministra Cármen Lúcia a prerrogativa de poder homologar as delações durante o recesso do Judiciário, por ser presidente do Supremo.

Após o recesso, que termina amanhã (31), Cármen Lúcia não mais poderá tomar decisões ligadas à Lava Jato, que ficarão a cargo do próximo relator da operação no Supremo.

A definição do próximo relator ainda é tema de especulação no STF, uma vez que o regimento interno prevê diferentes saídas. Não se sabe, por exemplo, se o próximo ministro responsável pela Lava Jato será sorteado entre todos que compõem o pleno ou somente entre os que integram a segunda turma, colegiado do qual Teori fazia parte.

Departamento da propina

Segundo investigações da Polícia Federal (PF), autorizadas pelo juiz federal Sérgio Moro, em Curitiba, a Odebrecht mantinha dentro de seu organograma um departamento oculto destinado somente ao pagamento de propinas, chamado Setor de Operações Estruturadas.

De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, havia funcionários exclusivamente dedicados a processar os pagamentos, que eram autorizados diretamente pela cúpula da empresa.

Tudo era registrado por meio de um sofisticado sistema de computadores, com servidores na Suíça, e cujo conteúdo o Ministério Público Federal ainda se esforça para ter acesso, devido ao rígidos protocolos de segurança do sistema.

Em março do ano passado, na 23ª fase da Lava Jato, denominada Operação Acarajé, a PF apreendeu na casa do ex-executivo da Odebrecht Benedicto Barbosa da Silva Júnior uma planilha na qual estão listados pagamentos a mais de 200 políticos. A lista encontra-se sob sigilo

Os esquemas ilícitos da empresa se espalham além das fronteiras brasileiras. A Odebrecht é investigada pelo menos em mais três países da América Latina: Peru, Venezuela e Equador. Em um acordo de leniência firmado com os Estados Unidos no final de dezembro, a empresa admitiu o pagamento de R$ 3,3 bilhões em propinas para funcionários de governo de 12 países. (Agência Brasil)

Matéria alterada às 10h03 de hoje (30) para atualização

Eike fez uma exigência: quer uma cela segura

Embora tenha negado ter feito qualquer negociação ou acordo para voltar ao Brasil e se entregar, segundo fontes, ligadas a advogados, Eike exigiu a condição de ficar preso em uma cela segura.

Em 2012, Batista foi reconhecido como a pessoa mais rica da nação e sétimo do mundo, tendo uma fortuna avaliada na casa dos US$ 30 bilhõe não tem formação universitária alguma e, justamente por isso, não tem o direito legal  ( ao contrário de Cabral ) de permanecer encarcerado em uma cela com mais conforto e segurança.

Homem mata estuprador de sua filha, dez anos depois

 Adaílton Pereira dos Santos, 32 anos,  havia sido detido sob a acusação do crime de #Estupro; no entanto, como as provas eram insuficientes para o manter preso, o mesmo acabou sendo liberado pela justiça paraense. Ele saiu da da cidade (interior do Pará) e retornou dez anos depois de sua prisão temporária, acreditando que todos teriam esquecido.

O pai da vítima, Jucelino Melo, 58 anos, não esqueceu e matou Adaílton no dia 22 de janeiro de 2017, com 5 tiros à queima roupa no rosto.

Jucelino disse ao delegado confessando que matou o suposto estuprador: “não me arrependo. Fiz e faria de novo se fosse necessário. Esse monstro estuprou minha filha de 10 anos. Agora estou feliz, finalmente ele pagou pelo que fez”.

EUA: Marcha contra o aborto tem apoio de Trump e discurso de seu vice

Um mar de manifestantes se reuniu nesta sexta-feira (27), em Washington (EUA), para protestar contra o aborto. A chamada “Marcha pela Vida” é realizada anualmente na capital americana desde que a Suprema Corte do país decidiu legalizar o aborto, em 1973.

Nesta 44ª edição, os milhares que protestavam a favor da vida tiveram o apoio do presidente Donald Trump e de seu vice, Mike Pence, que discursou em um palco montado na cidade. Pence disse aos presentes que a oposição ao aborto está ganhando força no país.

“Por causa de todos vocês e muitas milhares de pessoas que marcham em todo o país, a vida está vencendo de novo na América”, afirmou em seu discurso.

Pelo Twitter, Trump declarou seu apoio à marcha. “A #MarchaPelaVida é tão importante. A todos vocês que estão marchando — vocês têm meu total apoio”, postou.

Miss França é Miss Universo 2017

Miss Universe Pageant, Pasay, Philippines – 30 Jan 2017. AP REX / SHUTTERSTOCK

 

As rainhas da beleza, subiram  ao palco na noite de domingo para o 2017 na Filipinas.  o  apresentador Steve Harvey anunciou  a coroa para a vencedora: Miss França, Iris Mittenaere.

Miss Haiti Raquel Pelissier do Haiti ficou como vice-campeã, e Miss Colômbia Andrea Tovar ficou em terceiro lugar

A vencerora,. Mittenaere, de 24 anos, estuda odontologia para  cirurgia dentária, e planeja usar  a vitória da  da 65ª edição da competição anual para defender a higiene bucal.

A brasileira Raissa Santana ficou entre as 13 melhores.

Pelo menos cinco pessoas morrem em tiroteio em mesquita no Canadá

Pelo menos cinco pessoas foram mortas e outras ficaram feridas na noite desse domingo ( 29) quando homens armados atiraram contra pessoas que estavam fazendo orações em uma mesquita de Quebec, capital da província do mesmo nome, no Canadá. A polícia de Quebec informou, pelo Twitter,  que houve “mortes e ferimentos”, mas não especificou números. Um advogado e  representante da polícia disse que dois suspeitos foram presos.

Ataque Terrorista, Quebec, Canadá, Mesquita, Toronto

“A situação está sob controle, as instalações estão seguras e os ocupantes foram evacuados”, disse a polícia na mensagem do Twitter.

Testemunhas afirmaram que três homens armados e com capuz dispararam contra o Centro Cultural Islâmico de Quebec. No momento dos tiros havia cerca de 100 pessoas na mesquita, participando da última sessão de orações em local que parecia ser seguro. Dois suspeitos foram presos.

O primeiro-ministro do Quebec, Philippe Couillard, qualificou o ato de “violência bárbara” e expressou solidariedade às  famílias das vítimas. O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, disse em  mensagem no Twitter, que os os canadenses sofrem por aqueles mortos em um covarde ataque a uma mesquita em Quebec City. “Meus pensamentos estão com as vítimas e suas famílias”, acrescentou. ( Agência Brasil)

Novo ataque terrorista – Canadá

Toronto (Canadá), 30 jan (EFE).- Seis pessoas morreram no ataque realizado na noite do domingo contra uma mesquita da cidade de Québec, no Canadá, e dois supostos agressores foram detidos, informou a Polícia local.

Uma porta-voz da Polícia disse que além dos seis mortos outras oito pessoas ficaram feridas no ataque contra o Centro Cultural Islâmico de Québec.

Pouco antes da confirmação oficial sobre o número de mortos, o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, emitiu um comunicado no qual condenou “este ataque terrorista contra muçulmanos em um centro de culto e refúgio”.

A Polícia afirmou que tudo aponta que foram duas pessoas, que estão detidas, as que realizaram o ataque.

Inicialmente, meios de comunicação locais disseram que se suspeitava que um terceiro indivíduo poderia estar implicado no ataque.

As idades das vítimas oscilam entre 35 e 70 anos de idade, explicou a porta-voz policial, Étienne Doyon, durante uma entrevista coletiva.

Doyon não confirmou informações que indicam que um dos detidos tem 27 anos de idade e que a Polícia tinha recuperado um fuzil de assalto AK-47. EFE

Eike viaja com destino ao Rio de Janeiro á 0h 45

EM ENTREVISTA NO AEROPORTO, TRANSMITIDA PELA GLOBO NEWS, EIKE DISSE QUE PENSOU EM IR PARA A ALEMANHA. ELE TAMBÉM FALOU QUE VAI PASSAR TUDO A LIMPO.
“Sentimento é de tem que mostrar o que é. Tá na hora de eu ajudar a passar as coisas a limpo.”

O empresário Eike Batista que teve prisão decretada por envolvimento na Lava Jato, está neste momento no aeroporto de Nova York  com viagem programada para o Rio de Janeiro.

SE A INTERPOL NÃO PRENDER EIKE NO AEROPORTO, ELE será recepcionado pela Polícia Federal…….

Ele chegou sozinho ao aeroporto JFK, nos EUA, por volta de 21h50 (horário de Brasília), fez check-in e, minutos depois, passou pelo controle de passaporte. Às 22h15, já aguardava o voo dentro da sala de embarque.

Eike tem reserva em um voo da American Airlines, de número 973, programado para partir à 0h45 (horário de Brasília) e chegar ao Rio às 10h30 de segunda (30).

Justiça barra parte de ordem de Trump que restringe entrada de imigrantes

A Justiça dos Estados Unidos determinou, na noite desse sábado (28), a permanência nos Estados Unidos de refugiados e imigrantes de sete países muçulmanos que estavam prestes a serem deportados em razão de uma ordem executiva do presidente Donald Trump que barrava a entrada de cidadãos do Iraque, Síria, Irã, Sudão, Líbia, Somália e Iêmen. Quando a ordem do presidente Trump foi anunciada, na última sexta-feira (27), entre 100 e 200 pessoas estavam em voo para os Estados Unidos ou já se encontravam em solo americano. Elas foram detidas e aguardavam ser deportadas, apesar de terem visto para entrar no país.

A suspensão foi decidida pela juíza Ann Donnelly, da corte distrital de Brooklyn, em Nova York, e vai contra o veto aplicado pelo presidente Donald Trump à entrada de imigrantes e refugiados, principalmente de países com população de maioria muçulmana. No entanto, a decisão da corte se limita a autorizar que as pessoas atualmente detidas em aeroportos sejam liberadas. Instâncias superiores da Justiça americana ainda vão examinar queixas de advogados e instituições de direitos humanos contra o mérito da ordem executiva do presidente Trump.

Desde que assumiu a presidência, no dia 20 de janeiro, o presidente tem tomado a maior parte de suas decisões por meio de ordens executivas, por terem efeito imediato. Porém, a ordem para barrar a entrada de imigrantes e refugiados provocou caos nos principais aeroportos dos Estados Unidos, onde houve filas imensas para a checagem de documentação de passageiros, e também em aeroportos do exterior, onde alguns viajantes que se preparavam para ir aos Estados Unidos, receberam instruções para voltar a seus locais ou países de origem.

No Aeroporto JF Kennedy, em Nova York, uma multidão se formou para dar apoio aos refugiados e imigrantes. Centenas de pessoas levaram cartazes e gritavam palavras de protesto durante a tarde e a noite de sábado contra a ordem executiva adotada pelo presidente Donald Trump e a favor das pessoas detidas.

Tribunal lotado

Ao tomar a decisão de suspender a ordem executiva de Donald Trump, diante de um tribunal lotado, a juíza acolheu a argumentação da União Americana de Liberdades Civis (Aclu), que entrou com uma queixa neste sábado (28) contra a detenção de dois cidadãos iraquianos – Hameed Khalid Darweesh e Haider Sameer Abdulkhaleq Alshawi. A decisão a favor dos dois iraquianos beneficiou a todos os imigrantes e refugiados que estavam em situação semelhante.

“Acho que o governo [do presidente Donald Trump] não teve uma chance total de pensar sobre isso”, disse Donnelly, ao comentar que o retorno de muitos imigrantes ou refugiados a seus países de origem poderia provocar “danos irreparáveis”. Os danos, segundo ela, seriam as ameaças que muitos refugiados e imigrantes estariam sofrendo nos países de onde vieram.

Casa Branca

Na Casa Branca, o presidente Donald Trump disse aos jornalistas que, um dia após sua ordem executiva, o movimento nos aeroportos parecia normal. “Está funcionando muito bem. Você vê isso nos aeroportos, você vê tudo”. Mas houve muitas críticas sobre a maneira como o presidente dos Estados Unidos adotou a proibição para a entrada de refugiados e imigrantes, incluindo pessoas que também têm o Green Card, que é a autorização para trabalhar nos Estados Unidos. Houve informações de que centenas de profissionais e de estudantes matriculados em universidades americanas, que tinham viajado para seus países de origem, foram impedidos de retornar aos Estados Unidos.

Edição: Carolina Pimentel