Será melhor cometer crime e ganhar pensão presídio do que ganhar o salário mínimo?

Apenas 8% dos presidiários recebem o auxílio presídio.
Crimes de violência e assassinatos não tem direito.
Para ter direito o presidiário precisa ter contribuído por 24 meses ao INSS e no momento da prisão precisa ser um segurado ativo do INSS. ( ter a qualidade de segurado)
o PERÍODO DE RECEBIMENTO DEPENDE DA IDADE E DO TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO E CESSA APÓS SER SOLTO OU OS DEPENDENTES ATINGIR A MAIORIDADE..
O DINHEIRO NÃO É ENTREGUE AO PRESIDIÁRIO E SIM AOS SEUS DEPENDENTES. FUNCIONA COMO UMA ESPECIE DE SEGURO PARA QUEM TRABALHAVA E TEVE A CAPACIDADE LABORAL INTERROMPIDA POR UMA PRISÃO, POSSUINDO DEPENDENTES

VÍDEOS SÃO DIVULGADOS DIZENDO QUE BASTA COMETER UM CRIME E TERÁ A PENSÃO PRESÍDIO “PARA O RESTO DA VIDA” E NÃO PRECISA MAIS TRABALHAR ” É MELHOR COMETER CRIMES, RECEBER PENSÃO PRESÍDIO DO QUE TRABALHAR PARA RECEBER SALÁRIO MÍNIMO”( ESTIMULANDO O CRIME E CAUSANDO REVOLTA AOS LEIGOS)

NEM SEMPRE O VALOR É ACIMA DO SALÁRIO MÍNIMO COMO É DIVULGADO. DEPENDE DO SALÁRIO DO PRESO ANTES DA PRISÃO E TEM UM TETO MÁXIMO (QUEM RECEBIA ACIMA DO TETO NÃO TEM DIREITO)

A QUEM INTERESSA O CAOS E A REVOLTA POPULAR?
AOS VERMELHOS QUE DESEJAM RETOMAR O PODER.

CRIMINOSO, QUADRILHEIRO, NÃO CONTRIBUI PARA O INSS E NÃO TEM DIREITO.

Deixar uma resposta