Empreteiras envolvidas na Lava Jato podem continuar a fazer obras federais – Dilma isenta empresas de punição

Dilma editou, sem discussão, uma MP que modifica a lei Anticorrupção de 2013 para beneficiar empresas que cometeram crimes e estão sendo processadas pela PF na Operação Lava Jato
“Mediante a MP n.º 703, de 18 de dezembro, a sra. presidente desfigura completamente o acordo de leniência instituído na Lei Anticorrupção para transformá-lo no instrumento de anistia plena, geral e irrestrita das 29 empreiteiras corruptas, trazendo-as de volta ao seio do governo.

Basta qualquer empreiteira corrupta, no presente e no futuro, assinar um documento pomposo, mas vazio de conteúdo, comprometendo-se a seguir regras de bom comportamento, tais como código de ética, auditorias internas e outras perfumarias, para voltar ao convívio pleno da administração, continuando as obras superfaturadas ou iniciando novas que propiciem fartamente propinas para os agentes públicos, os políticos e os partidos situacionistas.”
Leia o artigo completo no blog de Augusto Nunes/ Veja

 

Deixar uma resposta