Impeachment – Nesta segunda-feira (11/04) parecer do processo será votado

De acordo com o Placar do Impeachment, do jornal O Estado de S. Paulo, ao menos 35 dos 65 deputados da comissão, que está reunida em Brasília, se declaram favoráveis ao impeachment. É necessária maioria simples.

Por isso, a expectativa da oposição e do governo é de que o impeachment comece a ser votado em plenário na sexta-feira. A votação deverá terminar no domingo. São necessários 342 votos dos 513 deputados para o impeachment ser aprovado.

A comissão que avalia o impeachment da presidente Dilma Rousseff vota nesta segunda-feira (11) o parecer do processo. Independentemente do resultado da votação no colegiado, o processo será avaliado no plenário da Câmara.

Antes de iniciar o processo de votação do relatório, o colegiado vai ouvir os líderes partidários. A expectativa é de que a análise do processo possa a ser discutido em plenário já na próxima sexta-feira (15).

Na última sexta-feira (8), a sessão da comissão encerrou os trabalhos após mais de 13 horas de discussões contra e favoráveis ao afastamento da presidente. Ao final das discussões, às 4h40, 61 deputados tinham defendido seu ponto de vista.

A maioria deles (39), disseram concordar com o relator do caso, Jovair Arantes (PTB-GO), que defendeu a continuidade do processo de impeachment contra Dilma. Outros 21 foram contrários ao parecer e a sessão ainda contou com um indeciso.

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, também defende que o processo de impeachment seja decidido o mais rápido possível para que a crise política possa ser enfrentada. Para isso, ele afirma que o Supremo dará prioridade para os assuntos que envolvam o processo de afastamento da presidente.

“Qualquer processo a respeito desse tema no Supremo terá a prioridade que merece em função do momento em que se vive hoje no Brasil”. Lewandowski ainda destacou que as os ministros do STF não entraram no debate político ao analisar as decisões.

Fonte: R7

Deixar uma resposta