A entrevista do farsante

Para quem acompanha a história e a política nacional, a entrevista de Lula causa repugnância. Técnica fascista e psicológica para enganar tolos e desinformados.  Entrevista de Lula a Roberto D’ Ávila.

Lula disse que a crise financeira internacional era uma “marolinha” e que o Brasil seria pouco afetado. Agora diz que a crise é a culpa dos nossos problemas financeiros.

Lula diz que o filho terá que provar que não é culpado. Ele quer conquistar os votos das mães de marginais… A diferença é que ele patrocinou e facilitou o tráfico de influência. Os pais dos marginais, na maioria não são cúmplices dos crimes dos filhos.

Lula criticou publicamente o ministro Levy e agora diz que nem pede para tira e nem coloca Levy. Coloca?  Levy não é o ministro?

E ele diz que Levy “É problema de Dilma”.  Como assim? Levy é um problema?

A impressão que Lula quer transmitir é que Dilma tem autonomia para decidir, mas na prática, ele INTERFERIU NA SAÍDA E NA ADMISSÃO DE VÁRIOS MINISTOS.

Ele também mentiu ao dizer que passou 05 anos sem conceder entrevistas. (só se for entrevista exclusiva) porque na realidade o próprio Lula assumiu que não “desencarnava” da presidência e está sempre interferindo e falando bobagens para a imprensa divulgar. Ele NUNCA ficou em silêncio por muito tempo.

Lula tem conseguido muito espaço na mídia e já está em Campanha para 2018. Mentindo e enganando os tolos.

Jorge Roriz

 

Deixar uma resposta