Candidato de Lula foi derrotado na Argentina

O conservador Mauricio Macri, empresário e ex- prefeito de Buenos Aires. foi eleito neste domingo, 22, presidente da Argentina.

Às 21h30 (22h30 em Brasília), Scioli admitiu a derrota.  “O povo escolheu uma mudança. Espero que essa mudança supere o que foi feito. Desejo que o engenheiro Macri tenha sucesso nessa missão”, afirmou Scioli.

Macri começou a governar a capital argentina em 2007 e foi reeleito em 2011 – ano em que desistiu de concorrer contra Cristina Kirchner, aconselhado por marqueteiros que viram a presidente mais forte após a morte de Néstor, em 2010

Mauricio Macri comemora a vitória com sua filha, Antonia, em seus ombros
Mauricio Macri comemora a vitória com sua filha, Antonia, em seus ombros

Macri, de 56 anos, é filho de um dos mais importantes empresários do país, Franco, beneficiado com concessões de obras na área da construção nos anos 80 e 90, período em que se aproximou do peronismo.  O candidato tornou-se conhecido em 1991, aos 32 anos, quando foi alvo de um sequestro que durou 14 dias. Um grupo de ex-policiais federais o manteve no sótão de uma casa na zona norte da capital argentina. Ao ser capturado, foi agredido e transportado em um caixão. Foi libertado depois de a família pagar US$ 6 milhões. Quatro anos depois, tornou-se presidente do Boca Juniors, clube com mais torcedores do país, ao comando do qual esteve até 2007.

Em 2005, fundou o Proposta Republicana, partido de viés liberal cujo objetivo era romper a polarização entre o peronismo e a União Cívica Radical (UCR). Quando manifestou sua vontade de chegar à presidência da Argentina ( Informações do Estado de São Paulo)

Macri começa a falar como novo presidente da Argentina.

“Q/ difícil, tanta emoção, tanta alegria. Não sei como descrever o q/ sinto.”
Apoiadores dos comunistas choram pela derrota..

 

Lula foi à Argentina durante a campanha e apoiou Scioli,  o candidato derrotado.Foto: El País

CUc4cr5XIAAbMUL

Deixar uma resposta