Cobertura – Escândalo da gravação da JBS

“Alguém avisa à Folha de S. Paulo que JBS não é ‘Jair Bolsonaro da Silva’.”

“Delação da JBS sem citar Lula é o mesmo que jogar futebol sem a bola!”

FACHIN, HOMOLOGA DELAÇÃO DA JBS

O momento é de cautela. E A CONSTITUIÇÃO DEVE SER RESPEITADA. ( A SAÍDA DE TEMER REQUER, ELEIÇÃO INDIRETA)
PARLAMENTARES PRECISAM SE PREOCUPAR COM O PAÍS. NÃO PODEM FAZER AFIRMAÇÕES BASEADAS EM UM A DENÚNCIA CUJO ÁUDIO NINGUÉM OUVIU

No final da manhã desta quinta-feira, o relator da Reforma Trabalhista no Senado, Ricardo Ferraço (PSDB-ES), anunciou, em nota à imprensa, a suspensão da tramitação do projeto no Congresso até a conclusão da crise institucional.

“A crise institucional que estamos enfrentando é devastadora e precisamos priorizar a sua solução, para depois darmos desdobramento ao debate relacionado à reforma trabalhista”, afirmou o parlamentar. Ferraço acrescentou que “não há como desconhecer um tema complexo como o trazido pela crise institucional. Todo o resto agora é secundário.”

OS URUBUS QUE ATÉ ONTEM ESTAVAM PUXANDO O SACO DE TEMER,COM INTERESSE DE CARGOS, SEM NEM OUVIR O ÁUDIO OU A EXPLICAÇÃO DO PRESIDENTE, JÁ FALAM EM ABANDONAR O APOIO AO GOVERNO.
TEMER PODE CAIR NÃO POR CAUSA DA GRAVAÇÃO, MAS SE NÃO TIVER APOIO NO CONGRESSO.
ISSO É TUDO QUE OS COMUNISTAS DESEJAM.

O PMDB, DISSE QUE SE CONFIRMADO O ÁUDIO VAI SAIR DA BASE DO GOVERNO

TEMER FARÁ UM PRONUNCIAMENTO A NAÇÃO. AS 16H
O EMPRESÁRIO FALOU QUE ESTAVA AJUDANDO, DANDO UM APOIO A CUNHA
NÃO SE REFERIU A PROPINA E TEMER APOIOU;
A ECONOMIA DO PAÍS ESTÁ SANGRANDO E O ÁUDIO NÃO FOI LIBERADO. ESSA DEMORA PREJUDICA O PAÍS E É PROPOSITAL.

“Meu amigo petista me ensinou q NÃO PODE gravar o presidente da república e quem divulgar esse áudio tem q ser PRESO” (QUISERAM PRENDER O JUIZ SÉRGIO MORO)
ESPERAMOS COERÊNCIA.

Deixar uma resposta