Conselho de ética – Novo relator diz não temer ameaças

1449697509482

O novo relator do Conselho de ética que avalia a cassação de Cunha. Marcos Rogério (PDT-RO) afirmou nesta quinta-feira, 10, não temer ameaças.
Seu antecessor, Fausto Pinato (PRB-SP), disse que ele e sua família foram ameaçados. A PF está investigando.
“Não temo esse tipo de ameaça até porque ameaça não muda voto de parlamentar nesta Casa e ele só tumultua o processo. Pressão é natural e temos que estar preparados para todo tipo de pressão”, afirmou Rogério. “Espero que não haja nenhuma ameaça. O enfrentamento no Conselho de Ética tem que ser feito com as armas do processo, de defesa e de acusação”, disse o  deputado.
“Nesta fase se verificam aspectos formais: quem fez a representação tinha legitimidade para fazer? Há tipicidade? A conduta alegada representa quebra de decoro? Há justa causa? O assunto é relevante para ser investigado? Há legitimidade passiva? O representado é parlamentar? Presentes esses pressupostos, a representação tem que ser admitida e aí então começa efetivamente a investigação”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *