Cunha usou e-mail para fazer mudanças em medida provisória

Segundo O Globo, Cunha usou seu e-mail pessoal para mostrar a minuta de uma medida provisória à diretoria do banco e recebeu de volta orientações em “tom taxativo” sobre mudanças que a instituição financeira gostaria que fossem feitas.
A MP 627 é alvo da Operação Zelotes, que investiga se a medida provisória foi “comprada” por lobby do setor automobilístico. Cunha incluiu no texto a regra que favoreceu montadoras de veículos.

Deixar uma resposta