A decadência de Dilma e do petismo – Ela confessa incapacidade e greve fracassa

dilma

O líder do PMDB, Eunício Oliveira, disse ao Estadão:
“Os movimentos sociais eram pagos por eles. Isso acabou no Brasil, porque a gente não aguenta mais pagar isso. Cadê a greve geral que iam fazer? Está todo mundo preocupado com a taxa de desemprego”.
A presidente afastada, Dilma Rousseff, sinalizou a senadores e aliados que aceitaria propor um plebiscito para definir a convocação de novas eleições presidenciais, caso seja reconduzida ao cargo.
Segundo pessoas próximas à petista e parlamentares que a procuraram para tratar do assunto na quarta (8), Dilma demonstrou disposição em abraçar a proposta, se ela for adotada, primeiro, pelos movimentos sociais.
A promessa de que terá disposição para deixar o Planalto caso seja reconduzida é o principal argumento que aliados da petista têm usado para tentar reverter votos no Senado contra sua cassação.

Ao propor eleição direta imediata, Dilma confessa publicamente que é incapaz de continuar na presidência.

“Será necessário consultar a população para remontar um ‘pacto’ que vinha desde a Constituição de 1988 e foi rompido com o processo de impeachment”, disse a petista na TV Brasil.

“A consulta popular é o único meio de lavar e enxaguar essa lambança que está sendo o governo Temer. Dado o nível de contradição que tem hoje entre os diferentes atores neste país, é necessário que se recorra à população”, afirmou Dilma, ignorando a Contituição. Legalmente não existe eleição antecipada e fora do prazo previsto.

Deixar uma resposta