A DECISÃO DE TEORI – VERDADES DOS FATOS

A DECISÃO DE TEORI E A VERDADE DOS FATOS.

A ARGUMENTAÇÃO DO JUIZ DO STF, TEORI ZAVASCKI DE QUE O JUIZ SÉRGIO MORO DIVULGOU GRAVAÇÕES DE PESSOAS COM FORO NO STF SEM AUTORIZAÇÃO É FALHA.

01- O PROCURADOR DA REPÚBLICA, RODRIGO JANOT, DECLAROU QUE A DIVULGAÇÃO DAS GRAVAÇÕES FOI LEGAL.

02 – EXISTE PREVISTO NA LEI A CHAMADA GRAVAÇÃO FORTUITA. SE UM INVESTIGADO CONVERSA COM OUTRA PESSOA (INDENPENDENTE DO FORO DESSA PESSOA) A GRAVAÇÃO PODE SER DIVULGADA, PORQUE ELA APENAS PARTICIPOU DA CONVERSA DE UM INVESTIGADO.

SOMENTE OCORRERIA ILEGALIDADE SE O TELEFONE DA PRESIDENTE DILMA TIVESSE SIDO GRAMPEADO.

ESSA É A VERDADE. É PÚBLICO E NOTÓRIO QUE EXISTEM MINSTROS NO STF QUE SÃO INCLINADOS A DEFENDER OS INTERESSES PETISTAS.
QUEREM CONFUNDIR A OPINIÃO PÚBLICA, E CRIAR UM CLIMA PARA INCRIMINAR E PRENDER O JUIZ SÉRGIO MORO.

SE A GRAVAÇÃO NÃO TIVESSE SIDO DIVULGADA,, COM CERTEZA, LULA ESTARIA NO MINISTÉRIO, AGINDO PARA DESTRUIR A LAVA JATO COM O APOIO DO MINISTRO DA JUSTIÇA E DO ADVOGADO DA AGU.
A DIVULGAÇÃO FOI ESSENCIAL PARA QUE FOSSE IMPEDIDO O PLANO DE CONCEDER FORO PRIVILEGIADO AO MELIANTE.
AS EXPLICAÇÕES DAS RAZÕES DA DIVULGAÇÃO DAS GRAVAÇÕES, ( SOLICITADAS POR TEORI AO JUIZ SÉRGIO MORO) JÁ FORAM DADAS DE FORMA PÚBLICA PELO JUIZ SÉRGIO MORO.
NA DECISÃO DE ONTEM, TEORI NÃO EXAMINOU O MÉRITO DA LEGALIDADE OU NÃO DA GRAVAÇÃO, PORQUE ELE SABE QUE ELAS FORAM LEGAIS.
COM O PRETEXTO DE SABER SE EXISTIU ILEGALIDADE NA DIVULGAÇAO DA GRAVAÇÃO, ENVOLVENDO DILMA, A INTENÇÃO É APENAS DE CONCEDER TEMPO PARA A LULA NAO SER PRESO DE IMEDIATO.
LULA CONTINUA SEM FORO.
LULA CONTINUA SEM PODER ASSUMIR O MINISTÉRIO.
O PROCESSO PODERÁ VOLTAR A SÉRGIO MORO.
DEPENDE DA DECISÃO DO PLANÁRIO.

JORGE RORIZ

Deixar uma resposta