Dilma e a conta na Suiça

dilma

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo,  Pela primeira vez, o Ministério Público da Suíça ligou uma conta secreta no país investigada no “caso Petrobrás/Odebrecht” ao pagamento de gastos em “campanhas políticas na América do Sul e Central”. Operação Lava Jato, fechou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal brasileiro. Preso desde 23 de fevereiro de 2016, Zwi Skornicki repassou US$ 4,5 milhões para a conta secreta na Suíça do marqueteiro do PT, João Santana -preso com a mulher, Mônica Moura, em Curitiba, alvos da Operação Acarajé, desdobramento da Lava Jato.

O dinheiro foi para a Campanha de Dilma.

Deixar uma resposta