Direitos trabalhistas retiram empregos dos brasileiros – Leis de trabalho EUA X Brasil

Tem gente que arrisca a vida, arrisca ser preso para trabalhar nos EUA.
Lá não tem 13º
As férias não são obrigatórias (só se tiver no contrato)
Se o empregado fica doente a empresa NÃO tem obrigação de pagar. Paga se quiser.
A maiorias dos termos entre o empregador e o empregado precisam ser definidos através do contrato inicial da prestação de serviço. As regras são acordadas no contrato.
Lá, funcionários públicos não possuem estabilidade.
Aqui, muitos funcionários públicos ( não são todos) ganham altos salários e trabalha pouco, porque sabem que o patrão é o povo, o salário está garantido e a demissão é muito difícil ocorrer.
 
E POR QUE MUITOS SE ARRISCAM PARA TRABALHAR NOS EUA?
EXISTEM MAIS EMPREGOS. AS EMPRESAS PAGAM MELHOR E PAGAM BEM PARA QUEM MERECE RECEBER.
 
O SALÁRIO É PAGO PELAS HORAS TRABALHADAS…
As leis trabalhistas no Brasil, embora tenham origem anterior, nascem no governo de Getúlio Vargas. A partir do ano de 1930. O mundo mudou, o mercado mudou. As leis continuam basicamente as mesmas.
 
O governo concedeu muitos direitos trabalhistas as empregadas domésticas.
O que aconteceu?
As ofertas de empregos domésticos diminuíram.
E elas estão migrando para o trabalho de diaristas.
Ou seja, os “direitos trabalhistas” cria medo no empresário que não contrata e reduz os empregos.
Para um desempegado é melhor ganhar um pouco menos do que não receber.
Mas isso é exploração? Não.
Se o empregado for bom, eficiente, ganhar a confiança do patrão, ele pode ameaçar saír; e o patrão terá que melhorar o salário…..
Conheci uma dentista que precisou vender o consultório para pagar indenização trabalhista.
Os valores são arbitrados por juízes (alguns corruptos). Em alguns casos, o empregado fica milionário, o advogado ganha alta comissão, e o empregador fica no prejuízo e passa a evitar o máximo contratar ou vai a falência.
O Brasil possui o maior número de sindicatos do mundo.
Esses sindicalistas recebem verbas de partidos políticos de esquerda, e do governo, e atende a interesses ideológicos e políticos, mas não agem em benefícios dos interesses dos trabalhadores. São parasitas.
Isso ficou claro nas delações. da Odebrech . A CUT recebia propina para fazer o que o padrão desejava.
JORGE RORIZ.
Mais informações sobre comparações entre os Direitos Brasileiros e dos EUA
acessem o site:

Deixar uma resposta