Empreiteiro agendava viagens para Lula

A Polícia Federal interceptou mensagens telefônicas de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, nas quais, ele cita o nome de 20 políticos, entre os nomes está o do ex-presidente  Lula e do ministro da Casa Civil,  Jaques Wagner. Leo agendava viagens e colocava aviões a disposição do ex- presidente. A informação é da Veja.

Os diálogos  também  indicam que o ministro, então governador da Bahia, atuou em favor da OAS junto ao Ministério dos Transportes. Mostram também pedido de apoio financeiro a campanhas de aliados de Wagner.

O ministro da Justiça vai apurar quem vazou a informação. Ele não quer que o povo saiba das falcatruas. Qual seria a causa do sigilo?

Se os nome citados fossem  de Cunha ou de tucanos, será que ele ia apurar quem quebrou o sigilo?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *