Ex-amante de Youssef é indiciada por não declarar ao IR bens recebidos

 

 

 

Taiana de Souza Camargo, ex-amante do doleiro Alberto Youssef, foi indiciada na última segunda-feira  (13) pela Polícia Federal, sob suspeita de lavagem e ocultação de bens do antigo namorado.

Em 2011, Youssef comprou uma BMW para a amante, e, um ano depois, deu o apartamento no Morumbi. Taiana não declarou ao Imposto de Renda que recebeu  os bens como doação.
Ela foi acusada de ocultar  a origem dos citados bens. O apartamento foi avaliado em R$ 871 mil, segundo a PF.

“Evidentemente, Taiana tinha conhecimento das atividades ilícitas de Alberto Youssef, ou ao menos era presumível que soubesse delas”, disse o delegado Ivan Ziolkowski.

Taiana foi capa na revista Playboy

Deixar uma resposta