Ex- relator do processo contra Cunha, diz que foi ameaçado

15309369

O deputado Fausto Pinato (PRB-SP) foi  destituído nesta quarta-feira (09/12) da relatoria do processo contra Cunha no Conselho de Ética.
Em tom de desabafo e indignação, Fausto Pinato afirmou: “Só Deus e minha família sabem o que eu vinha passando desde o momento em que protocolei o meu parecer. Eu sofri ameaças, sofri pressão e recebo recados dia e noite. Eu estava brigando com um exército de duzentos deputados”, disse. “Eu fiquei com medo de morrer. Queria terminar a minha missão com um relatório em cima da minha consciência. Podem me tirar da relatoria, mas não podem tirar minha dignidade, minha esperança e imparcialidade”, continuou.
O parlamentar afirma ter feito um boletim de ocorrência confidencial para registrar as ameaças e diz ter se encontrado com o secretário de Segurança de São Paulo, Alexandre de Moraes, e, em outra ocasião, com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, a quem pediu abertura de inquérito para apurar o caso. “Tomei as medidas cabíveis. Eu não posso afirmar de onde partiu e não quis que isso interferisse no processo. Mas protocolei [a representação] porque estava com medo”, afirmou Pinato.

Deixar uma resposta