Fachin atende Janot e vai mudar relator do processo de Rodrigo Maia

O inquérito sigiloso que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para apurar supostos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro em supostas doações da construtora OAS, deve mudar de relator.

Ministro relator da Lava Jato na Corte atende manifestação da Procuradoria que vê conexão do caso envolvendo o presidente da Câmara com outro inquérito já em curso contra senador Agripino Maia (DEM-RN)

No caso de Rodrigo Maia, o Supremo investiga se ele favoreceu a OAS com decisões parlamentares em troca de doações eleitorais.

O presidente da Câmara também é um dos alvos da nova lista de inquéritos solicitados pela Procuradoria-Geral da República ao STF com base nas delações de 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht.

Estadão

Deixar uma resposta