Moro bloqueia R$ 25 milhões do marqueteiro de Dilma

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, determinou o bloqueio judicial de 25 milhões de reais em contas de seis alvos da 23ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Acarajé e deflagrada nesta segunda-feira.

Moro pediu ao Banco Central o bloqueio dos valores nas contas dos publicitários João Santana, marqueteiro de campanhas do PT, e de Mônica Moura, sua mulher, além de duas empresas dele: a Santana & Associados Marketing e Propaganda Ltda e a Polis Propaganda & Marketing Ltda.

Moro determinou a prisão temporária de ambos. O casal está na República Dominicana e comunicou à Justiça que providenciará o retorno imediato ao Brasil. (VEJA)

Deixar uma resposta