Novo delator confirma R$ 10 milhões a ex-presidente do PSDB para abafar CPI

Carlos Alexandre de Souza Rocha, o Ceará, afirmou à Procuradoria-Geral da República que em 2009 dinheiro foi entregue ao senador Sérgio Guerra (morto em 2014).

Estranhamente os tucanos mortos são frequentemente acusados de delitos. As acusações aos vivos, normalmente são desmentidas pela justiça……

Não conheço tucano famoso na Papuda ou condenados e em prisão domiciliar…… Já o PT e seus aliados, isso e comum.

Para lembrar, dois exemplos: Mário Covas também foi acusado de falcatruas ( embora não tenha sido referênte a Lava Lato) e Aécio teve o nome “envolvido” na Lava Jato e foi desmentido.

Alckmim e Serra já foram vítimas de dossiês falsos. E os petralhas tentando assassinar reputações.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *