O Brasil perdeu uma grande jornalista

191266_36

A jornalista Sandra Moreyra morreu aos 61 anos nesta terça-feira (10) vítima de um câncer no mediastino, região do tórax. Ela estava internada no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro.

Por mais de 40 anos ela exerceu um  jornalismo puro e competente. Sem paetês e encantamentos de muitos famosos. Presto esta singela homenagem a esta colega que realmente dignifica o jornalismo brasileiro.

Ela cobriu a morte de Tancredo Neves, o Plano Cruzado, o acidente radioativo em Goiânia, com Césio 137, a tragédia do iate Bateau Mouche, a Rio-92 e a ocupação do Complexo do Alemão e muitos outros.

Seu pai, Sandro Moreyra, fez história como um dos mais importantes cronistas esportivos do jornalismo brasileiro.

Após passagens pela TV Aratu, na época afiliada da Globo, pela TV Bandeirantes e pela TV Manchete, entrou na Globo em 1984, como repórter em Minas Gerais.

Jorge Roriz

Deixar uma resposta