Mulher de Patinhas vai detonar bomba atômica em Lula e Dilma

Título original: O petardo devastador da Mônica Moura contra presidente Dilma
Mônica Moura, nascida em Feira de Santana, estado de Bahia, codinome “Feira”, está negociando a colaboração premiada junto ao Ministério Público Federal. O assunto está sob sigilo, conforme as normas do processo de colaboração premiada. O efeito da delação da Mônica Moura supera a da colaboração premiada do Senador Delcídio do Amaral. É um verdadeiro petardo que cai  no Palácio da Alvorada.
Mônica Moura se sente traída pelo Palácio da Alvorada. Mônica Moura e seu marido, o marqueteiro João Santana (Patinhas) , pensavam estar blindados pelo Palácio da Alvorada. Mas, não estavam. O casal foi preso na Operação Acarajé, a 23ª fase da Operação Lava Jato.
O casal João Santana e Mônica Moura foram responsáveis pela campanha da presidente Dilma, nas eleições de 2010 e 2014. Segundo divulgado na imprensa, o casal recebeu o pagamento das despesas das campanhas, “por dentro” e “por fora”, pelas primeiras revelações da Polícia Federal.
Mônica Moura por ser uma das pessoas que respondia com a imagem da presidente Dilma, tinha acesso direto. Segundo imprensa, Mônica Moura tinha acesso direto não só no Palácio do Planalto, mas também, no Palácio da Alvorada. Mônica Moura frequentou copa e cozinha do Palácio da Alvorada. Mônica Moura sabe demais da vida privada da presidente Dilma.
Mônica Moura está na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, por não ter recebido “blindagem” do Planalto. Mônica Moura não frequenta salão de beleza desde então. Mônica Moura está muito machucada. Mônica Moura vai entregar a presidente Dilma, nos próximos dias. O Palácio do Planalto sabe disso.

A colaboração premiada deverá ser analisada pelo Ministério Público Federal e o processo deverá subir para o ministro Teori Zavascki do STF, por envolver figura da presidente da República. Após cassação do mandato da Dilma, se houver, o processo retornará ao juiz federal Sérgio Moro. Dilma, então, sem foro privilegiado, deverá sentar-se à frente do juiz federal Sérgio Moro para responder pelas acusações da Mônica Moro.

A prisão na carceragem da Polícia Federal mexeu muito com Mônica Moura. Sem tintura, os cabelos brancos das raízes começam mexer no seu auto-estima, enquanto a quem cuidou da imagem por muitos anos, está usufruindo de todos cuidados pagos pelo contribuinte. Foi o que mais chamou atenção a observação de uma colaboradora minha.

Mônica Moura está como leoa ferida. O petardo dela terá efeito devastador para presidente Dilma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *