Operação Zelote: Polícia Federal no escritório do filho de Lula

A Receita Federal , Ministério Público Federal  e a Polícia Federal, cumprem nesta segunda-feira, 26, mandado de busca e apreensão no escritório de Luis Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ação integra a terceira fase da Operação Zelotes, que investiga um esquema de compra de medidas provisórias para favorecer montadoras de veículos.

 Na 4ª fase, os policiais buscam o lobista Alexandre Paes do Santos, apontado como um dos operadores do esquema de corrupção, que, suspeita a PF, fez políticos receberem propina para mudarem leis tributárias e beneficiarem os empresários. Um dos mandados de busca é realizado na LFT Marketing Esportivo, em São Paulo, empresa do empresário Luís Claudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula.

A empresa  é acusada de  receber pagamentos de uma das consultorias suspeitas de atuar pela Medida Provisória 471, que prorrogou benefícios fiscais de montadoras de veículos

A defesa do empresário Luis Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula, afirmou que as buscas realizadas pela Operação Zelotes nesta segunda-feira, 26, foram ‘despropositadas’.

A PF investiga a negociação e aprovação da MP 471  durante o governo Lula que  prorrogou incentivos fiscais para o setor automotivo.

Luis Cláudio, que também é dono da empresa Touchdown, confirma o recebimento de R$ 2,4 milhões.

Com informações do Estado de Sâo Paulo.

Jorge Roriz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *