Para não trocar bandido por bandido

Geraldo Almendra

As manifestações de Brasília mantido o foco do impeachment tendem a resultar em uma frustração nacional, principalmente após o posicionamento dos comandantes das FFAA em apoio ao Ministro da Defesa comunista e, em consequência, ao criminoso projeto de poder do PT (Foro de São Paulo), demonstrando que se manterão à margem do confronto da sociedade com o Poder Público Covil de Bandidos.

Já existem indícios que precisam ser confirmados que a Força de Segurança Nacional está sendo orientada a rechaçar, pelos meios necessários, qualquer tentativa de destituição da presidenta Dilma no caso do impeachment não ser aprovado. Não será surpresa se as FFAA apoiarem um Estado de Sítio decretado pela “presidenta” para evitar sua queda.

Vamos chamar atenção para os seguintes pontos:

1) O Congresso tendo em vista o jogo sujo Dilma-Cunha não vai aprovar um impeachment da “presidenta” Dilma em contrapartida à salvação de Eduardo Cunha de pagar pelos seus crimes.

2) O PSDB tem se mostrado, seguindo o comando do hipócrita FHC, com uma postura absolutamente covarde e omissa – apesar do jogo de cena do padrinho do Marginal Lula – com grande resistência a quebrar o caminho do socialismo defendido pelo PSDB que se mistura com o assistencialismo do PT. O que parece mais interessar para eles é manter Dilma no cargo tendo em vista as eleições de 2018 para evitar a tomada do poder pelo PMDB. Estão colocando em jogo a destruição do Brasil pela ambição, pelo corporativismo político e pela defesa do patrimonialismo fundamentado na prática do ilícito.

3) Sem a prisão do ex-presidente Lula e seus filhos – rigorosamente necessárias – para quebrar a estrutura de poder criminosa que controla os Podres Poderes da República, o Brasil não tem chance de reverter o quadro de destruição social, política e econômica em que se encontra.

4) Sem o enquadramento legal dos movimentos ilegais que se impõem, invadindo e destruindo propriedades privadas, além da sistemática prática de agressões públicas para todos os que se opõem ao criminoso desgoverno petista, a sociedade continuará, cada vez mais, desacreditando na Justiça, mas acreditando que a impunidade para determinados grupos de corruptos e baderneiros continuará sendo praticada por um Poder Judiciário, cada vez mais desmoralizado, à exceção do Juiz Sérgio Moro e sua equipe que, apesar de ser confrontado pelo próprio STF, continua sendo um exemplo de dignidade e respeito em relação ao tratamento punitivo dado aos bandidos do lava a jato e outros.

A Fraude da Abertura Democrática está chegando ao seu estado da “arte” tendo em vista o controle do Estado Bandido pelo PT e seus cúmplices que fazem o cidadão contribuinte ser um refém e lacaio de um Poder Público Covil de Bandidos, um confirmada CLEPTOCRACIA.

A única saída para nosso país é a união do movimento dos caminhoneiros com os grupos que estão acampados em Brasília com um ÚNICO FOCO: PARAR O PAÍS E EXIGIR A DESTIUÍÇÃO DO PODER PÚBLICO COVIL DE BANDIDOS INSTITUINDO UM GOVERNO PROVISÓRIO PARA PROMOVER NOVAS ELEIÇÕES GERAIS NO PAÍS, garantindo que NENHUM candidato com qualquer sinal de conduta desonesta não seja mais eleito.

Desculpem mas exigir apenas o impeachment é TROCAR BANDIDOS POR BANDIDOS. Isso é burrice politicamente correta e um hediondo crime de lesa pátria para não ter que enfrentar o verdadeiro desafio da reconstrução do nosso país, que assiste covardemente mais de 200000 pessoas serem mortas todos os anos como decorrência direta dos bilionários roubos do dinheiro público em um cenário da Fraude da Abertura Democrática.

– PARAR O PAÍS.

– EXIGIR A DESTITUIÇÃO DO DESGOVERNO PETISTA.

– INSTITUIR UM GOVERNO CIVIL-MILITAR PROVISÓRIO EXONERANDO OS ATUAIS COMANDANTES MILITARES.

– ACABAR IMEDIATAMENTE COM O INSTITUTO DO FORO PRIVILEGIADO.

– ACABAR COM AS VERBAS DE PROPAGANDA PARA A MÍDIA PARA NÃO MAIS PERMITIR A MANIPULAÇÃO E COAÇÃO POLÍTICA DOS VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO DO PAÍS.

– PRENDER PREVENTIVAMENTE TODOS OS POLÍTICOS E EMPRESÁRIOS ENVOLVIDOS EM CASOS DE CORRUPÇÃO.

– TRANSFORMAR A CORRUPÇÃO EM UM CRIME HEDIONDO INAFIANÇAVEL E COM PENA MÍNIMA DE DEZ ANOS, SENDO QUE NO CASO DE REINCIDÊNCIA A MESMA PASSARÁ PARA 20 ANOS E ASSIM SUCESSIVAMENTE.

– PROMOVER UM NOVO SISTEMA POLÍTICO E ECONÔMICO COM A LIBERALIZAÇAO DA ECONOMIA E A PRIVATIZAÇÃO DE TODAS AS EMPRESAS ESTATAIS.

– REDUZIR A MÁQUINA DO ESTADO EM 50 % – SALÁRIOS, CARGOS E MORDOMIAS – PROMOVENDO COM OS EMPRESÁRIOS UM PROGRAMA DE GERAÇÃO DE EMPREGOS FUNDAMENTADO NA RECUPERAÇÃO ECONÔMICA.

– MILITARIZAR TODO O ENSINO PÚBLICO BÁSICO PARA CONSEGUIR RECOLOCAR A EDUCAÇÃO, O PATRIOTISMO, E A POSTURA SOCIAL DOS ALUNOS EM HARMONIA COM OS VALORES DA FAMÍLIA, DA HONESTIDADE, DA ÉTICA E DO RESPEITO AO PROXIMO.

– PRIVATIZAR O ENSINO SUPERIOR PÚBLICO INSTITUINDO UM PROGRAMA DE BOLSAS PÚBLICAS INTEGRAIS OU PARCIAIS FUNDAMENTADO NO HISTÓRICO ESCOLAR DOS ALUNOS E NAS NOTAS DE VESTIBULARES ISOLADOS QUE AS UNIVERSIDADES TERÃO O DIREITO DE PROMOVER.

– ACABAR COM O ENEM QUE JÁ FOI TRANSFORMADO EM UM INSTRUMENTO DE PROPAGANDA DA CULTURA MARXISTA NO PAÍS.

A Fraude da Abertura Democrática radicalizou o processo de destruição e comunização do nosso país.

Temos que impor um processo de radicalização contrário se quisermos ter a chance de não permitir que nossos filhos e suas famílias se tornem escravos ou lacaios de uma CLEPTOCRACIA COMUNISTA DITATORIAL.

Para salvar o Brasil a sociedade precisa ter a coragem necessária ou então entregar-se definitivamente a um regime comunista ditatorial e corrupto.

Qualquer meio termo somente vai aprofundar a descrença da sociedade no Estado com um risco crescente de uma guerra civil sanguinária.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *