PF confirma elementos contra a senadora Gleise e o marido Paulo Bernardo

CONCLUSÃO DA POLÍCIA FEDERAL CONTRA  A SENADORA E PRESIDENTA DO PT, GLEISE HOFFMANN:

Há elementos suficientes para apontar a materialidade e autoria dos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro praticados pela senadora, seu então chefe de gabinete, Leones Dall Agnol e seu marido, Paulo Bernardo, além dos intermediários Bruno Martins Gonçalves e Oliveiros Domingos Marques Neto”, informa a PF.

O documento segue agora para o Ministério Público Federal, que pode decidir se oferece ou não denúncia contra a senadora, que tem foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal.
Segundo a Polícia Federal, em fevereiro de 2016 foram apreendidos documentos na casa de uma secretária do setor de operações estruturadas – que ficou conhecido como “departamento da propina” – da construtora propineira Odebrecht. Entre eles estavam planilhas relatando dois pagamentos de 500 mil reais cada a uma pessoa de codinome “Coxa”, além de um número de celular e um endereço de entrega. A investigação identificou que a linha telefônica pertencia a um dos sócios de uma empresa que prestou serviços de propaganda e marketing na última campanha de Gleisi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *