PT lavou as mãos para não atingir Dilma

O presidente do PT, Rui Falcão, disse estar “perplexo” com os fatos que ensejaram a decisão do Supremo Tribunal Federal de ordenar a prisão de Delcídio. “Nenhuma das tratativas atribuídas ao senador tem qualquer relação com sua atividade partidária, seja como parlamentar ou como simples filiado”, escreveu Falcão em nota. “Por isso mesmo, o PT não se julga obrigado a qualquer gesto de solidariedade.”

Mas ação do Delcídio foi para abafar não só a participação dele, como para proteger Dilma das declarações de Cerveró, sobre a compra de Pasadena.

A delação de Cereró não interessa ao governo. Quem pagaria o dinheiro prometido? R$ 4 milhões mais  R$ 50 mil por mês?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *