QUEDA CONSECUTIVA DO PIB- BRASIL PAGA CARO PELA INCOMPETÊNCIA PETISTA

Estatísticas oficiais e projeções mais recentes mostram de forma cabal os efeitos nefastos do governo do PT na economia brasileira. Para tucanos, o Brasil ainda vai pagar muito caro por tantos equívocos e desmandos. Inflação, desemprego, endividamento em alta, empobrecimento da população e queda no consumo das famílias são exemplos da triste realidade deixada pela gestão petista.

Neste ano, a queda do PIB deve chegar a 4,3%. Isso depois de ter uma retração de 3,8% no ano passado. Dos 44 países analisados pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Brasil terá a maior queda no PIB neste ano, superior até do que a Grécia, e o único a registrar retração em 2017. “É o país e os brasileiros pagando o alto preço da irresponsabilidade, da incompetência e da arrogância petista dos últimos 13 anos”, destacou o líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassahy (BA), em seu perfil no Facebook.

Não bastasse deixar como herança a maior recessão dos últimos 25 anos, o governo da presidente afastada Dilma também pode ser responsabilizado por mais um recuo no Produto Interno Bruto, dessa vez pelo oitavo trimestre seguido. De janeiro a março, o PIB sofreu uma queda de 0,3% frente ao quarto trimestre do ano passado. Em comparação com o primeiro trimestre de 2015, o recuo foi ainda maior: 5,4%.

O fato é que o ciclo de contração da atividade econômica acaba de completar dois anos, iniciado no segundo trimestre de 2014, ainda no primeiro mandato de Dilma Rousseff. Os números evidenciam o que os brasileiros já sentem há tempos no bolso.

Para o deputado Luiz Carlos Hauly (PR), o prejuízo causado pela incompetência das gestões do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente afastada Dilma Rousseff deve levar muitos anos para ser reparado. “Eles são os piores governantes do mundo, e agora está comprovado porque existe um ranking internacional que colocou o Brasil em último lugar, entre 31 países avaliados, como o pior governo do mundo”, afirmou.

O mau desempenho da economia brasileira no primeiro trimestre colocou o Brasil na última posição em uma lista de 31 países, de acordo com ranking de desempenho elaborado pela agência de classificação de risco brasileira Austin Rating.

Hauly destacou que dependerá agora do Senado sustentar a decisão de manter Dilma, “o seu governo, os seus comparsas, os seus nefastos ministros que destruíram a economia e o sonho de milhões de brasileiros”, fora da administração pública. O tucano acrescentou que as medidas anunciadas pelo governo do presidente em exercício Michel Temer para tentar tirar a economia do país do fundo do poço estão no caminho certo.

(Da redação, com Agência PSDB/fotos: Alexssandro Loyola)

Deixar uma resposta