Registro do PT, PMDB e PP poderão ser cassados

PUBLICADO EM 02/01/2016

“Vamos entrar com uma ação cível pública contra os partidos que participaram dos crimes, que atuaram para que os benefícios de recursos acontecessem e se beneficiaram dele”, afirmou o procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa.
– PT, PMDB e PP podem ser duramente penalizados pela corrupção na Petrobras e desaparecer do mapa político brasileiro.
– A força-tarefa da Operação Lava-Jato se prepara para imputar aos três partidos, além de outros, a responsabilidade pelo bilionário esquema de cartel e corrupção na petroleira entre os anos de 2004 e 2014.
– As penas serão propostas em ações cíveis, em 2016, e poderão determinar a devolução de cerca de R$ 20 bilhões desviados durante os dois governos Lula e no primeiro governo Dilma Rousseff, acrescidos de multas, além da cassação de registro na Justiça Eleitoral.
– As investigações criminais indicam que PT, PMDB e PP controlavam um esquema de fatiamento de postos estratégicos da Petrobras. Segundo o Ministério Público Federal, através do controle de diretorias da estatal, empresários e políticos sistematizaram uma sofisticada estrutura de desvios em contratos, cobrança de propinas e lavagem de dinheiro que abasteceu os cofres das legendas.
>>> PT é o partido com maior rejeição do país
– Os procuradores sustentam que para isso foram usadas doações eleitorais e partidárias oficiais, além de caixa 2. A lista inclui legendas também da oposição, apesar do controle governista do esquema.
E, claro, os partidos negam envolvimento nas irregularidades.

Postado no Facebook por Ieda Mara Dietrich.

Sobre o assunto, Olavo de Carvalho tuitou: “isso é melhor do que mil impeachment”.

Deixar uma resposta