Revelações do procurador, Carlos Fernando

47% das palestras pagas ao ex-presidente foram pagas por cinco grandes empreiteiras do cartel da Petrobras, disse Carlos Fernando.

Procurador Carlos Fernando diz que o esquema da Petrobras beneficia o governo do PT

Procurador Carlos Fernando diz que armazenamento de bens feito em 10 conteiners foi pago por empreiteira

Procurador Carlos Fernando diz que Odebrecht pagou em dinheiro pela construção em Atibaia, o que indica lavagemde dinheiro

 

Além do benefício indireto de bens em nome de terceiros, filhos foram beneficiados por pagamento do Instituto Lula

“O fato de o advogado Roberto Teixeira ter participado da aquisição do sítio, tendo sido inclusive lavrado as escrituras das compras em seu escritório, somado à circunstância de Roberto Teixeira ser bastante próximo de Lula e de sua família, e não de Jonas Suassuna e Fernando Bittar, formais adquirentes do sítio, é mais um sinal de que esses ‘amigos da família’ serviram apenas para ocultar o fato de que foi em favor de Lula que o sítio foi adquirido”, registra a força-tarefa da Lava Jato, no pedido de buscas da Operação Aletheia – 24ª fase da Lava Jato.

“Estamos analisando evidências de que o ex-presidente e sua família receberam vantagens para obtenção de atos dentro do governo. Isso ainda é uma hipótese investigativa. Existem evidências de pagamentos de vantagens. Não há nenhuma motivação plausível para esses pagamentos”, disse o procurador.

A OAS “teria pago” 1,2 milhão de reais à LILS, de acordo com documentos que estão anexados nas investigações.

Dos 34,9 milhões de reais recebidos pelo instituto entre 2011 e 2014, classificados como doações, 20,7 milhões foram repassados pela Camargo Corrêa, Odebrecht, Queiroz Galvão, OAS e Andrade Gutierrez, todas investigadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *