Tarso Genro critica declaração de Wagner sobre a lambuza do PT no poder

WAGNER

O ex-ministro da Justiça Tarso Genro criticou declarações do ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, em recente entrevista no jornal Folha de São Paulo: “foi profundamente infeliz e desrespeitosa, porque generaliza e não contextualiza”.

Tarso diz ainda que Wagner faz: “coro com o antipetismo raivoso que anda em moda na direita e na extrema direita do país”.

“Com a responsabilidade que ele tem, deveria ser menos metafórico e mais politizado nas suas declarações”, reagiu Tarso.

 

Ao avaliar os efeitos da Operação Lava Jato sobre o PT, Wagner diz  que seu partido “errou” ao não fazer a reforma política e “acabar reproduzindo metodologias” antigas da política brasileira.

O resultado, afirmou, é que o PT, “que não foi treinado para isto”, encarnou o ditado: “Quem nunca comeu melado, quando come, se lambuza”.

Wagner apenas quis ser sincero. Ele sabe que não adianta enganar o povo. Para se saber a dimensão da lambuza feita pelo PT, basta pesquisar os nomes e cargos ocupados pelos petistas que foram condenados.

Jorge Roriz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *