TEMER ERROU AO TOMAR CONHECIMENTO DE FATOS DELITUOSOS E NÃO AGIR ?

O QUE IMPLICA TEME R NÃO É O QUE ELE DISSE PARA O EMPRESÁRIO E SIM TER OUVIDO REVELAÇÕES ASQUEROSAS DE FATOS CRIMINOSOS E NÃO TER TOMADO AS DEVIDAS PROVIDÊNCIAS.

POR EXEMPLO, O EMPRESÁRIO DISSE QUE  TINHA UM PROCURADOR  INFILTRADO E QUE FORNECIA A ELE, INFORMAÇÕES SOBRE A  LAVA JATO.

“Consegui um procurador (Ângelo Goulart  que foi preso)   dentro da força tarefa que também está me dando informação e tô da conta de trocar o procurador que está atrás de mim.”

Disse ainda que pagava 50 mil reais por mês para ter informações privilegiadas.

Outra informação   foi de que ele “segurava” C unha e Funaro  para que eles não fizessem delação.

PELA LEI, QUEM É AUTORIDADE E TOMA CONHECIMENTO DE UM FATO DELITUOSO E NÃO TOMA PROVIDÊNCIA, COMETE CRIME

MAS EXISTEM  RESSALVAS. FOI APENAS UMA CONVERSA PRIVATIVA NA INTIMIDADE DE SUA RESIDÊNCIA , SEM GRAVAÇÃO (POR PARTE DE TEMER) E SEM PROVAS
ELE NÃO PODERIA POSTERIORMENTE,, PROVAR, O QUE O EMPRESÁRIO DISSE.
OUTRO ARGUMENTO EM FAVOR DE TEMER: AS PROVIDÊNCIAS NÃO FORAM TOMADAS PORQUE O EMPRESÁRIO PARECIA MENTIR E CONTAR VANTAGENS

A NOTA DE SUA ASSESSORIA:

“O presidente Michel Temer não acreditou na veracidade das declarações. O empresário estava sendo objeto de inquérito e por isso parecia contar vantagem. O presidente não poderia crer que um juiz e um membro do Ministério Público estivessem sendo cooptados”, disse a assessoria do Palácio do Planalto, em nota. A expectativa do governo é que o STF investigue e arquive o inquérito.

Deixar uma resposta