Temer recebeu R$ 15 milhões para a aliados e ‘roubou’ R$ 1 milhão para ele, diz diretor da JBS

Em delação premiada, o diretor da JBS Ricardo Saud afirmou que o presidente Michel Temer pediu e recebeu R$ 15 milhões do grupo empresarial para distribuir entre aliados em 2014, ano de corrida eleitoral.

Ele disse que Temer roubou um milhão ( guardou para ele) e não usou na campanaha.

O dinheiro saiu da “conta corrente” mantida pelo PT na JBS, e  tinha origem em dinheiro de Fundos de Pensão e do BNDES.

SE ISSO FOR VERDADE, EM NADA ALTERA  A SITUAÇÃO DE TEMER POR TER SIDO UM SUPOSTO CRIME PRATICADO, ANTES DO EXERCÍCIO DO MANDATO.

É ESTRANHO QUE SOMENTE AGORA EM QUE A ECONOMIA DÁ SINAIS DE MELHORAS, ESSAS REVELAÇÕES SEJAM FEITAS PARA DESTRUIR A CREDIBILIDADE DO PRESIDENTE.

LEMBRANDO QUE DOAÇÕES DE CAMPANHA NÃO É  ILEGAL E PRECISO SABER SE TEMER POSSUÍA CONHECIMENTO DE QUE A ORIGEM DO DINHEIRO ERA ILÍCITA.

Deixar uma resposta