Temer sanciona lei que libera o saldo de cotas para trabalhadores de qualquer idade

O presidente Michel Temer sancionou, na manhã desta quarta-feira, a lei que amplia o direito dos saques do fundo PIS/Pasep a beneficiários de todas as idades. Até então, a retirada só era permitida em caso de aposentadoria ou a partir dos 60 anos. Com a medida, o governo estima injetar o valor estimado de R$ 34,6 bilhões na economia. A expectativa é de que o Ministério do Planejamento divulgue o calendário de saques nesta tarde.

OS SAQUES PODEM SER FEITOS A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA, 18/06.

O benefício  diz respeito a cotistas de todas as idades que trabalharam entre 1971 e 1988. Estima-se que 25,3 milhões de pessoas  tenham direito às cotas. É importante ficar atento, pois o período de retiradas será restrito. O governo deverá fixar uma data limite para que os beneficiários compareçam aos bancos, assim como foi feito com as contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Quem possui conta na CEF o dinheiro será depositado automaticamente na conta,

Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis (a partir de 4 de junho) e www.bb.com.br/pasep.

Nos próximos dias, o Ministério do Planejamento detalhará os cronogramas de saques. Aqueles que tiverem conta corrente na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil terão o depósito feito automaticamente. Os demais cotistas poderão fazer os saques diretamente nas agências bancárias

 

Orçamento
Na ocasião, Temer também editou medida provisória que assegura orçamento permanente para a área da segurança pública por meio da transferência de recursos de loterias para o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. Com a medida, a União conseguirá fomentar a integração de informações, dados e procedimentos de segurança, além de garantir previsibilidade de investimentos nas políticas de segurança.