UNE E MST tiveram apoio do governador do DF – Grupos agridiram manifestantes pró impeachement

Militantes da UNE e do MST que vieram a Brasília com o objetivo de defender a manutenção do mandato da presidente Dilma Rousseff, estavam acomodados confortavelmente dentro do Clube dos Bombeiros Militares a pedido de Rollemberg. O grupo de 500 pessoas teve comida, sombra e água fresca servidas a vontade. Adivinha quem pagou a conta?
Durante a permanência do “Movimento Pró- Dilma” em Brasília, o Governo Rollemberg se incumbiu de tomar todas às providências oferecendo comida farta e boa acomodação no Clube de Subtenentes e Sargentos do Corpo de Bombeiros. O clube tem como presidente licenciado o bombeiro e deputado distrital Roosevelt Vilela Pires do PSB, mesmo partido do governador.
Na sexta-feira, o governador fez questão de visitar os manifestantes pró-Dilma, alojados no clube. Os mais de 1.000 sócios criticaram o fato de a diretoria ter abrigado militantes políticos partidários dentro de um clube de uso exclusivo dos militares e de seus familiares.
O presidente em exercício do Clube, Jair Dias Francisco, em uma nota postada pelo blog (www.bombeirosdf.com.br) e nos grupos de whatsApp formados por bombeiros militares, explicou que o espaço foi cedido, atendendo a um pedido do governador e que o clube não bancou nenhuma despesa. Na nota o dirigente confirma que Rollemberg esteve pessoalmente no clube em visita aos manifestantes.
Informações de Claudio Humberto e Teresa.cs.blogspot.com

Deixar uma resposta