Venezuela – Maduro ameaça golpe militar se perder as eleições

Neste domingo, acontece eleições presidenciais na Venezuela. A oposição possui 35% de vantagem.
Maduro pode cair de podre e assim como na Argentina, vamos limpando a América latina do comunismo bolivariano/cubano.
Vamos torcer. A derrota de Maduro será a derrota de Lula, Dilma, Evo, Fidel e demais comunistas.
O comum na Venezuela é ocorrer fraude.
A oposição considera que esta é campanha eleitoral mais injusto e violenta na história do país, com o assassinato do opositor, Luis Manuel Díaz, secretário-geral da Ação Democrática (AD), assassinado a tiros, enquanto discursava.

A imprensa venezuelana é subserviente ao governo Maduro. 19.465000 eleitores de Venezuela elegerão 167 deputados.
Pela primeira vez em 16 anos, a oposição representada pela Mesa da Unidade Democrática (MUD) poderia assumir o controle do Parlamento, com 58% das intenções de voto, em comparação a 32% do governismo.

O ápice da escalada repressora eleitoral aconteceu em um ato em Guárico, no centro do país.

Maduro está disposto a oficializar tudo com um golpe militar caso as pesquisas sejam confirmadas.

Jorge Roriz

Deixar uma resposta