15 procuradores da Lava Jato pedem regime semiaberto para Lula

Procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba pediram nesta sexta-feira, 27, à juíza da Vara de Execuções Penais do Paraná, Carolina Lebbos, que conceda ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o direito ao regime semiaberto. A petição é assinada por 15 procuradores, incluindo o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol.

Os procuradores da Lava Jato avaliam que o petista “encontra-se na iminência de atender ao critério temporal”, ou seja, o cumprimento de um sexto da pena na condenação no caso do triplex. Eles defendem a progressão da pena se “certificado o bom comportamento carcerário (requisito subjetivo) pelo superintendente da Polícia Federal no Paraná e ouvida a defesa (requisito formal)”.

A jurista Sylvia Steiner, que foi procuradora da república e desembargadora, apontou o ineditismo da iniciativa.
“Nunca, nunca vi MP pedir, de oficio, progressão de regime. Nunquinha!”, disse ela, que foi também juíza do Tribunal Penal Internacional, em Haia.

Então por que os lavajeiros estão tão preocupados em assegurar esse direito a Lula?

LEIA O DOCUMENTO:

NA VERDADE É UM CONTO. DELTAN E OS PROCURADORES DA LAVA JATO  SABEM QUE A SETENÇA ILEGAL DE LULA SERÁ ANULADA. AO ACEITAR O REGIME SEMI ABERTO, LULA ESTARIA INDIRETAMENTE ASSUMINDO CULPA, FICARIA DE TORNEZELEIRA.

NA VERDADE, LULA QUER SAIR DA CADEIA COMO INOCENTE E VÍTIMA DE ERRO JURÍDICO E NÃO VAI ACEITAR O REGIME SEMIABERTO.

NÃO ESTOU COLOCANDO NA DISCUSSÃO A INOCÊNCIA OU A CULPA DE LULA. E SIM, QUE A PRISÃO E A CONDENAÇÃO FOI ILEGAL.

SENDO CULPADO, O PROCESSO NÃO PODERIA SER COM CONDENAÇÃO E PRISÃO ILEGAL.

Um dia depois da Lava Jato defender a progressão de Lula para o regime semiaberto, perfil do ex-presidente no Twitter divulga trecho de entrevista em que Lula deixa clara novamente sua posição. “Só saio daqui com 100% de inocência, e meu maior prazer seria sair daqui e o Moro entrar no meu lugar, ele e o Dallagnol”

A namorada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a socióloga Rosângela da Silva, escreveu no Twitter no começo da tarde deste sábado que “a Liberdade irá nos alcançar mas não virá assinada por aqueles que fraudaram a Justiça!”. É uma referência aos procuradores da Operação Lava Jato.

 

“Eu quero sair daqui com 100% da minha inocência. Não dia assim, ‘ah, vamos tirar o coitadinho, porque ele está velho’. Não estou velho. (…) ‘Ah, vamos colocar uma tornozeleira nele’, não sou pombo.Coloquem neles a tornozeleira”, disse Lula. O ex-presidente Lula concedeu entrevista exclusiva ao Jornal GGN, que deve ser exibida neste sábado (28).

Lula: “progressão é para quem é culpado”

Em entrevista ao Jornal GGN, concedida aos economistas Luiz Gonzaga Belluzzo e Eduardo Moreira, Lula voltou a dizer que não aceita progressão para o regime semiaberto. “Eu orientei os meus advogados de que eu não vou pedir progressão. Eu acho que pode pedir progressão quem é culpado e está condenado. Eu não sou culpado. Eu quero é minha inocência”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.