Sem congresso, justiça e imprensa confiáveis só resta a ditadura bolivariana

Técnica comunista para desmoralizar as instituições: Justiça, Imprensa, Congresso ( não são todos corruptos, mas é isso que eles querem que você pense) O objetivo é para implantar o ditador único, a imprensa única e a política sem partidos. SÓ LULA SALVA.
Em um país sem imprensa, sem lei , sem Congresso confiáveis só resta a ditadura ou o populismo bolivariano.(isso que eles querem implantar). Cabe ao povo saber escolher seus representantes. Não existe democracia sem políticos.
Pessoas são chamadas de bandidos sem provas ou sem condenação e depois o povo fica sem entender porque a justiça resolve soltar.

DESCONSTRUINDO O MITO DE QUE GILMAR É O QUE MAIS SOLTA TODO MUNDO.

A turma do STF resolveu abrandar a pena do Barata. ( o tal empresário de ônibus que afirmam ser parente distante da mulher de Gilmar Mendes) Ao invés de ficar preso no domicílio, agora pode ficar livre; Apenas não pode sair à noite (recolhimento noturno). Mais uma vez, se Gilmar agiu errado em soltar, a turma, confirmou a decisão. Não foi apenas Gilmar. Ou Todos estão errados ou todos estão certos…..
Quando Gilmar soltou Elke o povo ficou revoltado. Mas se o plenário do STF confirmou a decisão por UNANIMIDADE. Ou todos estão errados ou todos estão certos. Portanto, ninguém pode culpar Gilmar.
Ah mais o que vc ganha em defender Gilmar? Não defendo Gilmar. Defendo a verdade dos fatos. O bom Jornalismo. Defendo uma imprensa que seja isenta de manipulação ou criadora de mitos e paradigmas falsos.
O referido ministro foi o ÚNICO que votou contra o acolhimento da denúncia contra Temer. O único que afirmou serem os fatos contra Temer, anteriores ao mandato e que a denúncia não poderia ser aceita (10 x 1). O único que critica os erros do MP, Lava Jato e esculhamba as decisões erradas do próprio STF. Resumindo: ele não é bolivariano. Julga de acordo com a lei.E por isso é o mais criticado pela imprensa vermelha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *