Jornalista é assassinada em Salvador

  1. A diretoria do Sindicato dos Jornalistas dos Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) manifesta pesar pela morte da jornalista Daniela Bispo, 38 anos, vítima de morte violenta nas escadarias do 5o. andar do Edifício Carajás, na avenida Tancredo Neves, imóvel onde a profissional trabalhava no 1o. andar. Segundo as primeiras apurações da Polícia, a morte teria sido um feminicídio praticado por um homem filmado ao entrar no edifício e com o qual ela teria um relacionamento. A morte da colega aumenta a revoltante estatística brasileira de crimes praticados contra mulheres pelo fato de serem mulheres, por homens com os quais se relacionavam. O feminicídio mata oito mulheres por dia no Brasil e até maio deste ano, a Polícia registrou mais de 10 mil casos de violência contra a mulher na Bahia. O Sinjorba se une a familiares, amigos e colegas neste momento de dor e pretende acompanhar e divulgar as investigações para prisão e julgamento do autor deste crime.

Salvador, 14/11/2017.

Marjorie da Silva Moura
Presidente do Sinjorba

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *