Beneficiários do Bolsa Família poderão fazer empréstimos de até R$ 15 mil

 

INFORMAÇÕES PARA O PROGRAMA PROGREDIR.  Programa do MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL: 0800 707 2003.

 

Incentivos para abrir o próprio negócio, ofertas de qualificação profissional e mais facilidade de acesso ao mercado de trabalho são algumas das medidas previstas pelo programa Progredir, lançado nesta terça-feira (26), pelo presidente da República, Michel Temer, em cerimônia no Palácio do Planalto. Segundo o presidente, a iniciativa se soma a outras que mostram a preocupação do governo com o desenvolvimento social e econômico.

A estratégia contará com assistência técnica para 1,7 milhão de autônomos em todo o país. Além de ações de inclusão digital e educação financeira. Também serão ofertadas mais de 1 milhão de vagas em cursos profissionalizantes.

Programa Progredir

Destinado aos beneficiários do Bolsa Família e demais trabalhadores inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal, o Progredir tem potencial para emancipar economicamente até 1 milhão de famílias nos próximos 24 meses, avalia o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra.

Conforme informou o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste já podem oferecer empréstimos de até R$ 15 mil para participantes do programa.

De acordo com o MDS, o programa oferecerá taxas de juros competitivas. Elas devem ficar abaixo de 1% ao mês, para facilitar a adesão. Por enquanto, apenas os três bancos participam do programa. Mas qualquer banco pode oferecer a linha de crédito, desde que manifeste interesse ao governo federal.

As condições de parcelamento e pagamento ficarão a critério de cada banco. Bem como a documentação necessária para a liberação do crédito.

Sob a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o programa terá a parceria de bancos públicos. A iniciativa também prevê a oferta de até R$ 3 bilhões anuais em microcrédito para fortalecer pequenos negócios. E um milhão de vagas em cursos do Pronatec Oferta Voluntária.

Como participar do Progredir e obter empréstimo do Bolsa Família?

Inicialmente o cidadão precisa estar inscrito no CADÚNICO – Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal.

CadÚnico – ou Cadastro Único para Programas Sociais – é um sistema que contém informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda agrupadas em um só lugar. São famílias de baixa renda aquelas que possuem meio salário mínimo mensal por pessoa integrante da mesma ou aquelas em que a renda total mensal é de até três salários mínimos. São essas as famílias que vivem em estado de pobreza ou extrema pobreza e precisam do auxílio do governo para conseguirem suprir algumas necessidades, preferencialmente, as básicas. Através do CadÚnico, essas famílias então, tem a possibilidade de ingressarem em programas sociais promovidos pelo Governo Federal.

A prefeitura do município é responsável pelo cadastramento de pessoas no CadÚnico. No entanto, essa pode ser feita de duas formas: através de visitas de profissionais ou através da ida do responsável familiar até a prefeitura. No entanto, a forma mais adequada é através de visitas, pois assim os profissionais conseguem ficar a parte da real situação em que a família se encontra e encaminharem ao cadastro somente aquelas que realmente precisam do auxílio dos programas do Governo Federal.

Como se cadastrar no CADÚNICO

Caso os profissionais não visitem a residência de uma família que está interessada e acima de tudo, necessitada em realizar o cadastro no CadÚnico, o responsável familiar deve se encaminhar até a prefeitura de seu município e lá mesmo realizar o cadastro. O responsável familiar deve estar portando alguns documentos de identificação dele e dos outros membros de sua família, esses documentos são:

  • CPF e Carteira de Identidade de todos os membros da família
  • Certidão de Nascimento/Casamento de todos os membros da família
  • Documentos que comprovem a renda per capita e total da família

É importante lembrar que realizar o CadÚnico não significa tornar-se beneficiário dos programas oferecidos pelo Governo Federal. Após o cadastro, os dados fornecidos pelo responsável familiar para o mesmo são encaminhados para o Governo e passam por uma análise. É a partir dos dados fornecidos ao CadÚnico que o Governo Federal decidirá se a família necessita do auxílio dos programas para melhorar sua condição de vida.

Uma página do governo criada especialmente para ajudar os interessados, o site norteia os passos a ser seguido para ter acesso ao empréstimo do Bolsa Família, veja aqui. No sitio eletrônico o beneficiário é informado por exemplo como abrir conta bancária, solicitar maquininha de cartões, como criar o MEI, onde ter assistência técnica e como obter o microcrédito.

A linha de crédito atualmente é ofertada pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. As taxas de juros e a forma de pagamento é decida pela própria instituição credora.
Mais informações sobre os programas do MDS: 0800 707 2003.

SITE COM INFORMAÇÕES CLIQUE AQUI

 

PROGRAMA PROGREDIR MDS

Ministérios do Trabalho MT, da Educação MEC, da Tecnologia MCTIC, da Indústria MDIC e do Desenvolvimento MDS juntos com o governo federal lançaram o Programa Progredir pelo mds.gov.br/progredir, em parceria com instituições privadas, para oferta de serviços inéditos aos moradores do Brasil, beneficiários do Bolsa Família e demais inscritos no Cadastro Único.

Por meio do portal Progredir é possível ter acesso a ferramenta para elaboração de um bom currículo, acesso às vagas de emprego e com isso ser encaminhado para um emprego, acesso a oficinas de educação financeira, cursos de informática para inclusão digital e cursos de qualificação EAD Pronatec.

Além dessas oportunidades, as famílias que têm um pequeno negócio e precisam de investimento para crescer, podem contar com um microcrédito cedido pelo MDS e quem trabalha como autônomo pode se beneficiar com assistência técnica e inclusão financeira para que possam crescer e ganhar independência, e assim não vão mais precisar receber recursos do governo para ajudar na renda familiar.

Exemplos de trabalhadores autônomos são cabeleireiros que não trabalham em salão e vendedores de cosméticos que trabalham por conta.

Quem já trabalha no negócio próprio ou tem intenção de abrir um negócio (autônomo ou pequena empresa) e gostaria de se preparar melhor para função ou para alavancar seu negócio, pode contar com o cursos gratuitos do Sebrae. Para ter acesso aos cursos do Sebrae precisa formalizar sua profissão ou seu negócio no MEI – Microempreendedor Individual.

Ao se cadastrar você está formalizando seu negócio e com isso você ganha vantagens, como aposentadoria por idade ou por invalidez, auxílio-doença, salário maternidade e outros benefícios, desde que cumpra com seus deveres, como fazer o pagando em dia do imposto que tem valor baixo entre R$ 45,00 e R$ 50,00 e outras obrigações que podem ser conferidas no site www.portaldoempreendedor.gov.br/microempreendedor-individual. Acesse aos cursos do Sebrae pelo mesmo site.

 

Para ter todos esses benefícios é necessário que seja cadastrado no Cadúnico, veja como se inscrever no Progredir para se qualificar e sair à frente no mercado de trabalho ou para fortalecer o seu negocio.

CADASTRO PROGRAMA PROGREDIR

Deve ser feito no mds.gov.br/assuntos/progredir por meio do CPF. Para ter acesso informe o número do documento, estado onde mora e depois preencha o formulário com seus dados, e-mail e outras informações, e por último crie um senha de acesso. CPF de pessoas não cadastradas no CadÚnico não serão aceitos.

Mais informações aqui

3 thoughts on “Beneficiários do Bolsa Família poderão fazer empréstimos de até R$ 15 mil

  1. Preciso fazer um emprestimo pelo bolsa familia pois trabalho com vendas e quero bota meu proprio negocio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *