Pela primeira vez após a posse, Dilma vai ao Congresso

BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff irá nesta terça-feira, 2, à tarde ao Congresso para entregar a mensagem do governo na cerimônia de abertura dos trabalhos legislativos.  Ela vai  defender  o ajuste fiscal, a reforma da Previdência, a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e falar sobre  a guerra ao zika virus.

Tudo foi planejado pelo Palácio do Planalto para Dilma recuperar o protagonismo político, mostrar que não se intimida com Cunha e defender propostas para enfrentar a crise. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), comandará a sessão do Congresso. Renan esteve nesta segunda-feira no Palácio do Planalto e acertou com Dilma como será conduzida a sessão.

Esta é a primeira vez que Dilma irá pessoalmente ao Congresso para entregar a mensagem presidencial, desde que assumiu o Palácio do Planalto, em 2011.

Nesta segunda-feira, por exemplo, Dilma gravou um pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, para pedir intensa mobilização da sociedade no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Cunha afirmou que não atacará a presidente durante a sessão do Congresso. “Eu não seria deselegante de emitir qualquer palavra que possa ser considerada agressão ou ofensa”, comentou o presidente da Câmara. “Não faz  parte da minha natureza. Sou uma pessoa educada.”

O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, disse :“Evidentemente, ela vai falar da situação econômica e das iniciativas que gostaria de ver aceleradas. A CPMF, por exemplo, é uma das medidas que nós consideramos muito importantes”, argumentou Wagner.

Com informações de O Estadão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.