Encontro histórico entre Trump e Kim Jung

O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un apertaram as mãos antes de iniciar diálogo para tratar sobre um possível entendimento relacionado ao fim do programa nuclear do país norte-coreano. O fato ocorreu  às 22h (horário de Brasília), desta segunda-feira (11/6), em Singapura.

O aguardado aperto de mãos entre o presidente americano e o líder norte-coreano, ocorreu às 9h05 de terça-feira (22h05 de segunda, hora de Brasília).

A conversa entre os dois presidentes foi reservada e não teve a presença da imprensa. Os detalhes ainda não foram revelados.

Existia uma  a previsão para a conversa durar 45 minutos mas se prolongou por duas horas. A pauta principal foi a desnuclearização.

Após horas de negociações, Donald Trump e Kim Jong Un, acompanhados por seus assessores, estão participando de um almoço oferecido às duas comitivas.

“O fato de termos superado resolutamente nossos erros que nos agarraram pelos tornozelos e dominado os fatores e expectativas externos para nos reunirmos neste lugar é, acredito eu, um prelúdio para a paz”, afirmou Kim Jung.

Trump e Kim   conversaram sobre  a relação diplomática entre os países e o regime de Pyongyang, capital do país norte-coreano.

Em contrapartida, os EUA devem oferecer alívio econômico ao país norte-coreano, que tem sido atingido por duras sanções.

O encontro desta segunda era tratado como prioridade pelas duas nações desde março. Além da cúpula dos dois países, as tratativas envolveram também representantes da Coreia do Sul, que serviram como intermediários entre os dois líderes cujas personalidades são tidas como explosivas.

Twitter
Antes do encontro, Trump postou em seu perfil oficial no Twitter  “indo bem e rapidamente”. Ele também disse, no entanto, que “no final, isso não importa”. Pois, “em breve, saberemos se um acordo real pode acontecer ou não”.