A blindagem de Bolsonaro para proteger os filhos

Moro foi contrariado e humilhado por Bolsonaro diversas vezes em público. Moro ao invés de pedir demissão, continuou no cargo, pensando em sua carreira, planejava ser ministro do STF e ainda planeja ser presidente da República

A incompetência de Moro é tanta que ele publicamente confessou um crime que cometeu ao dizer que em troca de sair do seu emprego de juiz, ele precisava de um amparo para a esposa e família, se algo ocorresse com ele, ocmo se Bolsonaro pudesse violar as leis para favorece-lo. Se a esposa de Moro ficasse viúva, ele receberia o que diz a lei.  Nenhuma compensação a mais seria legal.

O motivo real de Bolsonaro  provocar o afastamento de Moro é bem claro. Ele sabia  que a polícia federal chegaria até as ligações de seus filhos com os milicianos e a ilegalidade.

Bolsonaro e Moro se merecem. Ambos estão preocupados com suas vidas pessoais e pouco se importam com o a nação brasileira.

Segundo Merval Pereira, “o presidente Jair Bolsonaro chegou ao máximo da irritação com o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, quando soube que ele manteve no novo inquérito sobre as manifestações antidemocraticas aberto pelo Procurador-Geral da República a mesma equipe que já investigava o inquérito de fake news no Supremo Tribunal Federal.”

Claro que as investigações chegariam ao gabinete do ódio comandado por Carluxo.