Presa pela Lava Jato, namorada de Youssef comia coração de rato

Nelma Mitsue Penasso Kodama ficou conhecida como “a Dama do Mercado de câmbio”. Ela tentou embarcar com 200 mil euros na calcinha no aeroporto de Guarulhos e foi presa em flagrante pela Polícia Federal Nelma foi investigada, presa e condenada no esquema da Petrobras, pela força-tarefa do Ministério Público Federal, na Operação Lava Jato.

Em 20 de junho de 2016 foi solta, passando para prisão domiciliar após firmar um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF)

Doleira Nelma Kodama diz que teve que comer coração de rato na prisão da Lava Jato