A resposta de Fux as ameaças de Bolsonaro

A resposta de Fux as ameaças de Bolsonaro

Sem citar o  presidente Bolsonaro , em um artigo publicado em O Globo, o presidente do STF, Luis Fux, deu uma resposta as ameaças de Bolsonaro caso não tenha o voto impresso.

Ele garantiu que a Corte, “como guardiã da democracia constitucional, permanecerá vigilante para que a situação registrada nos EUA no último 6 de janeiro jamais ocorra no Brasil”.

O  artigo foi publicado no jornal O Globo deste domingo (10).

O que Bolsonaro disse:

“O pessoal tem que analisar o que aconteceu nas eleições americanas agora. Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda. Falta de confiança no voto.(…) Então, a falta desta confiança levou a este problema que está acontecendo lá. E aqui no Brasil, se tivermos o voto eletrônico em 22, vai ser a mesma coisa”

“Se não tivermos voto impresso em 2022, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter um problema pior do que nos Estados Unidos”, afirmou Bolsonaro em referencia a invasão do Capitólio por adeptos de Trump, inconformado com a derrota para Joe Biden.  Trump, assim como Bolsonaro, falam em fraudes eleitorais sem mostrar as provas.

Segundo Fux, o Judiciário tem papel essencial de garantir o cumprimento das leis e da Constituição. “Não se pode hesitar em cumprir essa missão”, escreveu Fux.

“Vitórias eleitorais não representam carta-branca para desígnios individualistas ou decisões arbitrárias. O governo é das leis e não dos homens”, disse o ministro no artigo. “Preservaremos a democracia a qualquer custo”, concluiu.