Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

A variante Delta assusta o departamento de saúde americano

A cepa Delta é mais transmissível do que o vírus causador da Mers, Sars, Ebola, ou um resfriado comum, gripe sazonal e a varíola, e é tão contagiosa quanto a catapora, segundo documento do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, (CDC), cuja cópia foi obtida pelo The New York Times.

A infecção pela variante Delta produz uma quantidade de vírus nas vias aéreas dez vezes maior do que se observou em pessoas com a variante Alfa, que também é muito contagiosa, observa o documento.
São registradas cerca de 35 mil infecções sintomáticas por semana entre os 162 milhões de americanos vacinados, de acordo com os dados compilados pelo CDC a partir do dia 24 de julho. Para os vacinados são raros os que apresentam sintomas graves.

“A vacinação ainda é uma proteção, protegendo fortemente contra consequências mais graves”, afirmou, John Moore, virologista que trabalha na Weill Cornell Medicine em Nova York.

Rochelle Walensky, diretora da agência, admitiu na terça-feira que pessoas vacinadas infectadas com a variante Delta podem transportar a mesma quantidade de vírus no nariz e garganta que as não vacinadas e disseminá-lo rapidamente, embora com menos frequência.

“Devido à maior transmissibilidade e o número atual de vacinados, o uso universal da máscara é fundamental”.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) alertou que ela poderia causar doenças graves.
Presente em 132 países, a variante Delta se  tornou-se a cepa global dominante. A OMS diz que com o avanço da variante Delta, o mundo corre o risco de perder os avanços duramente conquistados na luta contra a Covid-19.

Fonte: Nova York Times

JR