Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

PARA ACORDO, PGR EXIGIU CUNHA PRESO POR 15 ANOS

Eduardo Cunha rechaçou, há dois meses, a primeira tratativa para um eventual acordo de delação premiada. A PGR (Procuradoria Geral da República) admitiu iniciar negociações, mas avisou que não abriria mão de ao menos 15 anos de prisão em regime fechado para o político. Ao ser informado da proposta dos procuradores, Cunha reagiu fortemente: “Não aceito um só dia de prisão!” Agora preso, talvez mude de ideia.
A força-tarefa trabalha para obter uma condenação de 160 anos para Eduardo Cunha. Sairia barato para ele ficar “apenas” 15 anos preso.

A sondagem sobre eventual negociação de acordo de delação foi feita por uma advogada, aparentemente à revelia de Eduardo Cunha.



Os procuradores acham que a advogada aproveitou um despacho sobre processos para sondá-los sobre o interesse em eventual acordo.

A defesa aconselhou Cunha a se habituar à ideia de que, mesmo com acordo de delação, ele vai passar longa temporada na prisão.

A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

ESPERAMOS QUE ESSA MESMA RIGOROSIDADE COM CUNHA, OCORRA QUANDO LULA FOR PRESO. OS CRIMES DE LULA FORAM MUITO SUPERIORES AOS DE CUNHA.

A SEVERIDADE CONTRA CUNHA PODER SER UMA “VINGANÇA” DO SISTEMA PORQUE ELE DERRUBOU LULA, DILMA E O PT?  NÃO VI A MESMA RIGOROSIDADE CONTRA JOSE DIRCEU QUE ERA UMA ESPÉCIE DE SUBCHEFE DE LULA E ESTÁ ENVOLVIDO TANTO NO MENSALÃO COMO NO PETROLÃO. ATÉ PERDÃO RECEBEU.

GENUÍNO E OUTROS JÁ ESTÃO SOLTOS E NÃO CUMPRIRAM NEM UM ANO DE PRISÃO EM REGIME FECHADO.

O PERIGO DE SE CONCEDER UM PERÍODO DE PRISÃO LONGO PARA CUNHA, ( INDEPENDENTE DA DELAÇÃO) É ELE NÃO FAZER A DELAÇÃO.

(JORGE RORIZ)