Alan dos Santos tentou incentivar Bolsonaro para dar um golpe de estado

Investigação da Polícia Federal, que consta nos autos do inquérito das milícias digital, cujo relator no Supremo Tribunal Federal (STF) é o ministro Alexandre de Moraes, revela que o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos tentou incentivar o presidente Bolsonaro a dar um golpe de Estado durante os atos antidemocráticos entre abril e maio de 2020.

“A partir da posição privilegiada junto ao presidente da República e ao seu grupo político, especialmente os Deputados Federais Bia Kicis, Paulo Eduardo Martins, Daniel Silveira, Caroline de Toni e Eduardo Bolsonaro, dentro outros, além e particularmente o Ten-Cel. Mauro Cesar, ajudante de ordens do Presidente da República, a investigação realizada pela Polícia Federal apresentou importantes indícios de que Allan dos Santos tentou influenciar e provocar um rompimento institucional”, revela o inquérito.

Em curso no STF, o inquérito das milícias digitais investiga a atuação de uma organização criminosa com forte atuação nas redes sociais que tem como integrantes militantes digitais e parlamentares bolsonaristas, cujo objetivo é publicar, financiar e distribuir conteúdo político visa desestabilizar as instituições democráticas.

Para o ministro Alexandre de Moraes há indícios robustos e provas significativas da existência desse grupo, que atuaria nos mesmos moldes dos grupos investigados no inquérito das fake news.

Optimized with PageSpeed Ninja