Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

As lições da pandemia e o pós pandemia

A pandemia mostrou que o Serviço Único de Saúde (SUS), apesar de duas deficiências é um órgão de extrema importância para os brasileiros e precisa de mais investimentos. Sem a estrutura do SUS, muito mais vidas teriam sido perdidas

. A pandemia também mostrou as desigualdades sociais e sua relação com a saúde. Pessoas que não constavam no sistema  cadastral do governo passaram a existir através do cadastramento do auxílio emergencial. o governo  dimensionou  um número mais exato de de pessoas carentes no país. Pessoas de todas as classes sociais morreram de Covid, mas, pesquisas feitas no Brasil e nos EUA, mostram que os mais pobres foram as mais afetadas. Eles moram em locais sem agua, espaços pequenos abrigando um grande números de pessoas aglomeradas, falta conhecimentos básicos de higiene e  muitos  não sabem a maneira correta de lavar as mãos ou usar a máscara. Falta saneamento básico e educação.

Perdemos o medo de comprar pela internet e constatamos que o trabalho em casa, é mais produtivo e com menos custos para empresas e empregados. o home office vai continuar mesmo após a pandemia. Passamos a dá mais valor a convivência com os parentes e amigos. A pandemia mostrou o poder da ciência e a necessidade de investimentos em pesquisas. Somente as vacinas reduziram os casos e mortes em todo o mundo.

Em um  elevador  com limite de acesso de apenas 04 pessoas. para evitar aglomerações. Mais pessoas , além do limite, entraram e uma senhora disse:  ” Pode entrar mais gente, a pandemia já acabou. Estão falando até em carnaval”. Respondi  “A pandemia não acabou. Mais de 300 pessoas morrem diariamente no país e no futuro um de nós, a senhora ou parente ou amigo nosso, poderá está nessa lista dos mortos por Covid”.

A Organização Mundial da Saúde (OMS)  já alertou que estamos longe do fim da pandemia e isso só vai ocorrer após 75% da população mundial se vacinar. Quando a pandemia de Covid terminar, vamos continuar com uma endemia  a doença vai continuar presente, mas sem um aumento significativo de casos. Vamos enfrentar o problema  das pessoas que ficaram curadas mas possuem sequelas. Haverá um sobrecarregamento no sistema de Saúde, A crise financeira mundial  em especial no Brasil, vai continuar por muitos anos, as  graves consequências de  famílias famintas  que estão desamparadas, porque as pessoas que proviam a casa. morreram na pandemia, a imunização nos países mais pobres, entre outros problemas.

PARA ABREVIAR O FIM DA PANDEMIA É ESSENCIAL QUE UM MAIOR NUMERO DE PESSOAS SEJAM IMUNIZADAS.  SE VOCÊ TOMOU A PRIMEIRA DOSE E ESTÁ COM A SEGUNDA DOSE ATRASADA, COMPAREÇA A UM POSTO DE SAÚDE.

FAÇA A SUA PARTE EM BENEFICIO DE TODOS

Jorge Roriz